fbpx

Líder Esportes

Futebol

Nhô Quim sofre revés no primeiro teste para Série A2

Alvinegro perde por 2x1 para o Desportivo Brasil em partida dividida em três tempos

Baraka, volante do XV de Piracicaba
Baraka: 'O convite para jogar no XV foi praticamente uma convocação' (Foto: Evandro Pelligrinotti)

No primeiro teste preparatório para a Série A2 do Campeonato Paulista, o XV de Piracicaba foi derrotado pelo Desportivo Brasil por 2×1, nesta sexta-feira (29), em jogo-treino realizado no estádio Barão da Serra Negra. O duelo foi dividido em três tempos de 30 minutos. No primeiro, houve empate sem gols. Na segunda etapa, o Alvinegro venceu por 1×0, com o gol marcado pelo zagueiro Renan Dutra. No terceiro período, com as duas equipes modificadas, o time de Porto Feliz virou o placar para 2×1.

O técnico Moisés Egert começou o jogo-treino utilizando o esquema 4-4-2. A formação inicial teve o goleiro Tom e os zagueiros Gustavo Silva e Renan Dutra na linha defensiva, acompanhados pelos laterais Cleiton Savedra, pela direita, e Jefferson Recife, na esquerda. O meio de campo foi escalado com os volantes Baraka, Maicon Souza e Gustavo Hebling – Guilherme Garré foi o armador. No ataque, o treinador apostou na dupla Bruninho e Marlyson.

Recém-contratados, Jean Dias, Mazinho e Ronaell não participaram do jogo-treino contra o Desportivo Brasil. O zagueiro Douglas Marques, com suspeita de Covid-19, também não atuou. O Nhô Quim tem mais duas partidas amistosas agendadas para o mês de fevereiro. No dia 6, o XV enfrenta a Inter de Limeira, em Piracicaba. Quatro dias mais tarde, o adversário será a Ferroviária em Araraquara. A estreia na Série A2 está marcada para o dia 28 de fevereiro, fora de casa, diante do Sertãozinho.

Tom, goleiro do XV de Piracicaba

O goleiro Tom foi o primeiro reforço contratado pelo XV para Série A2 do Paulista (Foto: Evandro Pelligrinotti)

APRESENTAÇÃO

Tom foi o primeiro reforço anunciado pelo XV para o Estadual. O goleiro participou de uma entrevista coletiva online, na última quarta-feira (27), e apontou as razões pelas quais aceitou a proposta quinzista. “A estrutura e a história. Joguei contra o XV e agora tive o privilégio de acertar com o clube, um dos maiores do interior, e não estou fazendo média, pois sei a força do XV. Vamos nos esforçar em busca do acesso e do título tão esperados”, afirmou o goleiro.

O experiente Baraka também concedeu entrevista virtual. Após passagem pelo futebol árabe, o volante garantiu que está comprometido com o objetivo de levar o XV à elite do futebol paulista. “Venho muito feliz, com a missão em mãos, de ajudar a equipe em busca do acesso. Estou muito contente com a oportunidade. Sempre respeitei muito o XV e o convite foi praticamente uma convocação. Todos estão trabalhando  forte e tenho certeza que colheremos os frutos”, comentou o jogador.

Voltar