fbpx
Karatê

Natalia Brozulatto não se classifica no Pré-Olímpico

Em jornada ruim, lutadora piracicabana adia as chances de ida aos Jogos de Tóquio

Natalia Brozulatto, atleta de karatê da equipe Sport Way
Natalia Brozulatto participará do Sul-Americano e Pan-Americano em 2020 (Foto: Além do Kiai)

Sobrou vontade e não faltou dedicação por parte de Natalia Brozulatto, mas o sonho da karateca piracicabana de disputar as Olimpíadas foi adiado. Na última sexta-feira (7), o Clube Esperia, em São Paulo, foi palco para o Torneio Pré-Olímpico organizado pela CBK (Confederação Brasileira de Karatê). Na competição, a atleta da equipe Sport Way/Selam fez quatro lutas na categoria +61 kg e sofreu quatro derrotas. O evento foi classificatório para o Pré-Olímpico Mundial que será disputado em Paris, na França, no mês de maio.

Na categoria da piracicabana, que retornou à seleção brasileira após terminar 2019 na liderança do ranking da CBK, após duas gestações em quatro anos, a vaga ficou com Brenda Padilha, de São Paulo. “Eu não estava bem, cheguei muito cansada para a competição. Foi um mês muito difícil […] uma somatória de coisas para administrar, pessoais e profissionais. Sei que foi um dia ruim, uma competição ruim e isso faz parte do esporte”, afirmou Natalia.

Campeã brasileira pela 12ª vez em 2019, a karateca disputa na atual temporada o Campeonato Sul-Americano, em abril, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. A atleta também irá ao Pan-Americano Sênior, que acontece em maio, em San José, na Costa Rica. Além dessas competições, Natalia ainda participa das etapas do Campeonato Paulista e do Brasileiro. “Vou continuar treinando e seguir firme para tentar corrigir e não cometer os mesmos erros”, completou.

Voltar