fbpx
Opinião

Não basta só jogar bem

*Capa: Mariana Kasten

O XV de Piracicaba fez um grande jogo contra a Portuguesa. Encarou a líder da Série A2, nesta quarta-feira (23), no Canindé, pela nona rodada do Campeonato Paulista, com um futebol consistente e confiável. Deu trabalho, colocou bolas na trave e obrigou ao goleiro Thomazella, da Lusa, a praticar milagres. É verdade que tomou vários sustos também. Paulo Vitor, goleiro que substituiu ao capitão Belliato, foi um dos destaques da partida pelo XV. Muito seguro e com muita qualidade embaixo dos três paus. O empate sem gols foi um pecado pelo o que os dois clubes apresentaram em campo.

Dito isso, vale lembrar que o Alvinegro não pode só jogar bem. Tem de somar pontos. Com o empate na capital, o time chegou a 13 pontos e deixou o G-8, a zona de classificação para o mata-mata. Com isso, o Alvinegro agora não pode pensar em perder pontos, principalmente em seus domínios, para alcançar a vaga para as próximas fases da A2.

A tabela de jogos favorece o Nhô Quim, que ainda tem seis partidas, sendo quatro no Barão da Serra Negra. A sequência final começa neste sábado (26), quando recebe o Red Bull, às 17h. Depois, outro jogo em casa, diante do São Caetano, no dia 2 de março, às 19h, em um confronto direto pela vaga.

Na 12ª rodada, o time vai a Leme, no dia 5 de março, encarar o Lemense; e depois recebe a Portuguesa Santista, no dia 9 de março, às 20h. Na penúltima rodada, o XV de Novembro vai ao Vale do Paraíba enfrentar o Taubaté, no dia 12 de março, às 18h30. E, finalmente, na 15ª rodada, define a classificação em casa, no dia 19 de março, diante do Primavera, a partir das 15h.

Eu particularmente acredito na classificação. Pelo que a equipe está jogando e pelo comando do técnico Roberto Cavalo. O Nhô Quim nitidamente evoluiu com o novo treinador. Já disse aqui também que rebaixamento nem pensar, pois, com o perdão da palavra, há na Série A2 pelo menos três, quatro times com o nível técnico sofrível.

Vamos acompanhar. Agora é hora da torcida quinzista fazer valer a sua fama de ser uma das maiores do interior e encher o Barão nestas quatro partidas que o Alvinegro terá em casa. Se fizer a lição de casa, com mais 12 pontos, se classifica com sobras. Então, com certeza, dias melhores virão para o time da camisa zebrada.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar