fbpx
Futebol

Morre Oriel, ‘o incrível’, ex-atacante do XV de Piracicaba

Ex-jogador teve passagem marcante no clube; aos 60 anos, ele enfrentava o alcoolismo

*Capa: Arquivo/Rocha Netto

Morreu neste domingo (17) o ex-atacante Oriel, que marcou época no XV de Piracicaba na década de 1980. O ex-jogador, apelidado como ‘O Incrível’ pelos torcedores piracicabanos, tinha 60 anos e enfrentava problemas de saúde. Pelo XV, Oriel disputou 75 partidas e marcou 29 gols em duas passagens, entre os anos de 1979 e 1982, e mais tarde em 1985. Após encerrar a trajetória nos gramados defendendo o Barretos, voltou ao Alvinegro para dirigir as categorias de base e conquistou o título da Copa Metropolitana.

Natural de Minas Gerais, Oriel José Bernardes Marcolino nasceu no dia 23 de fevereiro de 1960 e iniciou a carreira de jogador de futebol no Valério Doce-MG. Em 1978, o ex-atacante foi contratado pelo Santos, mas não teve sucesso na Vila Belmiro. No ano seguinte, chegou ao XV de Piracicaba e rapidamente caiu nas graças da torcida pelo estilo de jogo. Autor de gols decisivos, Oriel teve sua atuação mais destacada pelo Nhô Quim em 1980, na vitória por 2×1 contra o Corinthians de Sócrates e Biro-Biro, em pleno Pacaembu. Ela marcou o gol do triunfo quinzista.

ÁLCOOL

Após encerrar a carreira no futebol, Oriel enfrentou graves problemas de saúde devido ao seu maior vício: as bebidas alcoólicas – ele passou por um tratamento que durou cerca de nove meses em uma clínica de desintoxicação localizada na cidade de Campo Limpo Paulista. O ex-jogador não tinha boas condições financeiras e foi parar na rua, como ‘flanelinha’, no Centro de Piracicaba. Mais tarde, o ex-atacante receberia uma ajuda do ex-companheiro de clube, Mika, e foi cuidador de carros de clientes na loja Mika Presentes, mesma função que realizaria no Donald’s Lanches.

Oriel, atacante do XV de Piracicaba

Oriel gravou o nome na história do time piracicabano (Foto: Rocha Netto)

Voltar