fbpx
Futebol

Mogi Mirim 0x0 XV de Piracicaba – Notas

O XV de Piracicaba fez neste domingo (15) sua pior partida no Campeonato Paulista e só não foi derrotado em Mogi Mirim porque o goleiro Bruno Brígido estava em noite inspirada e foi o melhor jogador do Nhô Quim em campo. O time piracicabano segue sem vencer na competição. O ataque continua sendo o ponto fraco da equipe – agora são três partidas em branco sob o comando do técnico Claudinho Batista.  Confira as notas do LÍDER:

Bruno Brígido – Foi o principal jogador do XV de Piracicaba contra o Mogi Mirim. Seguro nas bolas aéreas, fez um milagre em cabeceio de Roni logo no início do primeiro tempo e outras duas defesas menos complicadas na segunda etapa. É o melhor goleiro contratado pelo time piracicabano desde a volta para a elite do Paulistão. (Nota: 8)

 

Daniel Damião Foi bem no apoio, mas deu muito espaço na parte defensiva. As principais jogadas do Mogi Mirim saíram por seu lado. (4,5)
Fábio Sanches Brincou com o perigo. Levou o cartão amarelo infantil por reclamação e fez falta clara dentro da área sobre Lulinha no segundo tempo. Deu sorte, pois a arbitragem não marcou o pênalti. Poderia ter sido expulso no lance. (4,5)
Heitor Perdeu as duas primeiras bolas que disputou pelo alto, mas depois mostrou segurança no restante da partida e ainda quase marcou um gol  no primeiro tempo. (5,5)
Julinho  Não comprometeu na defesa e foi tímido no ataque. (5)
Léo Salino Sobrecarregado na marcação, fez o que pôde para cercar Lulinha. É o jogador mais dedicado do time. (6)
Henrique Santos Improvisado como volante, facilitou a saída de bola pelo meio-campo e arriscou dois bons chutes de fora da área. Sem poder de marcação. (5,5)
Aloísio Continua sem justificar a titularidade. Lento, foi desarmado com facilidade nas poucas vezes que apareceu para o jogo. Não lembra em nada o meia que se destacou ano passado pelo Macaé-RJ (3)
Diney Ciscou para lá, ciscou para cá e não produziu absolutamente nada. (4)
Fabinho Sumido durante todo o primeiro tempo, melhorou após o intervalo e tentou criar algumas jogadas pelo lado direito até ser substituído. (5)
Rodrigo Silva Isolado outra vez no ataque, parece não encaixar no sistema tático de Claudinho Batista. Em três jogos no Paulistão, não teve nenhuma chance clara de finalizar para o gol. (5)
Héverton Apareceu mais que o apagado Aloísio, mas errou muitos passes e pouco criou. (4,5)
Rivaldinho  Teve a bola do jogo e desperdiçou. Deu maior mobilidade ao ataque. (5)
Gilsinho Jogou pouco tempo. (-)
Claudinho Batista Inventou ao colocar Fabinho no lugar do suspenso Magal e recuar Henrique Santos. A ideia era deixar o time mais ofensivo, porém, na prática, o XV ficou vulnerável no meio-campo. Começa a balançar no cargo. (4)
Voltar