fbpx
Futebol

Mateus Pasinato, o melhor negócio da história do XV

Alvinegro concretiza venda do goleiro ao futebol português: negociação redonda

Mateus Pasinato é o destaque do Moreirense no Campeonato Português (Foto: Divulgação)

A venda do goleiro Mateus Pasinato ao Moreirense-POR, concretizada no último sábado (27), rendeu ao XV de Piracicaba cerca de R$ 1,3 milhão. É a maior venda da história do clube alvinegro, que segue com 20% dos direitos econômicos do jogador, em caso de futura venda – a imprensa portuguesa noticiou em dezembro de 2019 que o Sporting Lisboa estava interessado na contratação do goleiro. A informação foi reforçada ontem (28) pelo ex-zagueiro Ronaldo Guiaro, ex-técnico do XV que atuou por cinco anos no Benfica. No Facebook, ele escreveu para o repórter Marcelo Sá que Pasinato “já está vendido para o Sporting”.

Leia mais: XV pode lucrar com a venda de Mateus Pasinato ao Sporting

A transferência do goleiro supera os valores pagos ao Alvinegro pelos atacantes Paulinho, que em 2013 foi vendido ao Flamengo, e Jonathan Cafu, que foi comprado em 2015 pelo São Paulo. As três negociações, incluindo a ida de Mateus Pasinato para o Moreirense-POR, foram conduzidas pelo empresário Luiz Augusto Carvalho, o Luizinho Piracicaba, que estreitou o relacionamento com o XV ao longo da gestão encabeçada pelo ex-presidente Celso Christofoletti.

Do montante, porém, o XV de Piracicaba ficará com aproximadamente R$ 900 mil – o restante será dividido entre o jogador, o empresário e o São Bento, que ficará com uma fatia referente ao direito de vitrine. Pasinato atuava na equipe de Sorocaba quando recebeu a proposta do futebol europeu. A entrada no caixa traz novo fôlego ao Nhô Quim: tanto para atravessar o cenário de pandemia, causado pelo coronavírus (Covid-19), quanto para o pagamento de dívidas.

MERCADO

De acordo com o Transfermarkt, site especializado em transferências de jogadores, o valor atual de mercado de Mateus Pasinato gira em torno de 550 mil euros (R$ 3,3 milhões na cotação atual). O contrato assinado pelo goleiro com o Moreirense-POR é válido por três temporadas. Campeão da Copa Paulista pelo XV de Piracicaba em 2016, quando foi protagonista ao defender dois pênaltis na decisão contra a Ferroviária, o jogador chegou ao Nhô Quim em 2013, após defender o Rio Branco. Para contratar o goleiro, cujo vínculo com o Alvinegro terminaria em novembro de 2021, o time piracicabano desembolsou cerca de R$ 90 mil.

Voltar