fbpx
+ Esportes

Marcos Leme busca o tri brasileiro de levantamento terra

Atleta piracicabano e esportista exemplar aos 59 anos, Leme briga por medalha em 4 categorias

Marcos Leme, campeão paulista de powerlifting
Marcos Leme é o atual campeão paulista de powerlifting (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Em busca do tri, o piracicabano Marcos Leme disputa no próximo sábado (18) o Campeonato Brasileiro de Levantamento Terra, evento que é organizado pela Confederação Brasileira de Levantamentos Básicos e acontece no Box do Xerife, em São Paulo. Aos 59 anos, o atleta participa do torneio na categoria de peso até 93 kg e na divisão Máster 2, que compreende a faixa etária dos 50 aos 59 anos. O piracicabano também encara o desafio na categoria Open, sem limite de idade. Leme representa a Sesla (Secretaria de Esportes e Lazer de Indaiatuba) e vai competir em duas modalidades: Raw (sem equipamento) e Equipado.

“É um esporte que lamentavelmente não é olímpico. O levantamento terra possui dois estilos: o clássico, que é executado com os dois pés paralelos, pegando a barra na posição pronada ou pegada mista; e o estilo sumô, com as pernas afastadas e os pés na diagonal. O objetivo é levantar 200 kg no Brasileiro. O meu terra sempre foi forte”, falou o piracicabano, que ingressou no mundo dos levantamentos básicos em 1981, por Campinas. Desde 2018, Leme representa Indaiatuba. “Infelizmente, Piracicaba não tem nenhuma academia filiada à federação paulista”, lamentou.

Marcos Leme, campeão paulista de powerlifting

O objetivo do piracicabano é levantar 200 kg na competição nacional (Foto: Líder Esportes)

Perguntado sobre as expectativas para o compromisso do próximo fim de semana, o atleta é cauteloso, mas mostra confiança. “São quatro possibilidades de medalha: duas na minha categoria, que tenho muitas chances, e duas na Open, nas quais minha meta é ficar entre os três primeiros”, destacou Leme, que participa do Nacional com o apoio da Academia Sport Way, DSJ Corretora de Seguros, Interseg Corretora de Seguros, Mirafer Produtos Siderúrgicos e Usina de Inovação Monte Alegre. O torneio também servirá de ‘despedida’ na categoria: em 2022, o piracicabano completa 60 anos e ingressa na Máster 3.

O primeiro evento marcado na agenda é o Campeonato Brasileiro Raw, marcado para fevereiro, em São Bento do Sul (SC). Na ocasião, Marcos Leme terá tempo e condições ideais para se preparar, uma novidade após a pandemia da Covid-19. “Em março do ano passado, com as academias fechando, tive de treinar em casa. Foi um período bem difícil. Agora, ocorre que as academias estão abertas, mas não tivemos competições, isso pode gerar ‘overtraining’. Particularmente, estou ótimo, sem desconforto muscular e tranquilo quanto ao aspecto emocional. Não vai ser fácil, mas fiz o planejamento”, afirmou.

TRAJETÓRIA

Apesar do histórico vitorioso no powerlifting, o piracicabano deu os primeiros passos no esporte utilizando mais a inteligência do que a força: em 1973, Marcos Leme participou de diversas competições de xadrez em Piracicaba. Dois anos depois, migrou para o atletismo e passou a se dedicar ao lançamento de disco e do martelo, sendo campeão brasileiro e vice, respectivamente, na temporada 1978 – entre 1978 e 1981, integrou seleção brasileira de atletismo e foi vice-campeão sul-americano no lançamento do martelo.

Marcos Leme, campeão paulista de powerlifting

Em 2022, Marcos Leme continuará na ativa: atleta exemplar (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

O atleta, que também já foi ciclista, vencendo três das quatro etapas válidas pela Copa São Paulo de Ciclismo, e ainda defendeu o Esporte Clube Pinheiros no levantamento de peso olímpico, sagrando-se vice-campeão brasileiro e campeão paulista em 1985, também se dedica às carreiras de profissional de educação física e fisioterapeuta, onde atua nas áreas de geriatria e ortopedia, com mestrado e doutorado em biologia e patologia.

Voltar