fbpx
Vídeos

Leandro Silva visa Complexo Esportivo em Piracicaba

Projeto está em processo de aprovação; obra será realizada no Jardim Tóquio

Leandro Silva, técnico da equipe feminina de futebol do XV de Piracicaba
Leandro Silva, o Leandrinho, é o gestor esportivo do Caldeirão Futebol Clube (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

O Caldeirão Futebol Clube vive a expectativa de iniciar no primeiro trimestre de 2021 as obras do Complexo Esportivo Caldeirão. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (22) pelo gestor esportivo da entidade, Leandro Silva, o Leandrinho. O novo espaço será construído na rua Lins, atrás da Escola Municipal Wilson Guidotti, no bairro Jardim Tóquio, em Piracicaba. A implementação contempla uma de área de 1.100 metros quadrados, que além de treinos e competições, será compartilhada também para lazer e recreação da comunidade.

O projeto do Caldeirão está em fase final de formatação e pleiteia o apoio do governo federal através da Lei de Incentivo ao Esporte. Com a chancela da LIE, pessoas físicas e jurídicas podem incentivar o projeto por meio de doações e patrocínios, abatendo integralmente o valor aportado no Imposto de Renda. Segundo o gestor, a meta para a captação de recursos será divulgada após a aprovação do processo, que está prevista para o segundo semestre desse ano.

“É um projeto que busca melhorias para a nossa comunidade. Com apoio da Prefeitura de Piracicaba, através da Selam, temos um projeto com crianças desde 2012 e estamos batalhando para alcançar esse desenvolvimento. Inicialmente, nosso plano era melhorar o campo de futebol, mas ampliamos essa visão para atender a comunidade em geral. Os idosos que caminham por lá, por exemplo, terão uma pista que hoje não existe. Toda essa infraestrutura será montada pensando na comunidade, envolvendo as crianças do Projeto Buscando um Sonho e, em contrapartida, atendendo todas as pessoas”, afirmou Leandrinho.

O Complexo Esportivo Caldeirão, segundo o projeto apresentado, contará também com academia, auditórios, dormitórios e refeitório (veja o vídeo abaixo). A estrutura visa intensificar os projetos sociais e os serviços prestados gratuitamente à comunidade. “É importante que todos possam usufruir do espaço. Estamos aguardando o fim da pandemia (Covid-19) para dar continuidade ao processo. A expectativa é pela aprovação neste ano, para iniciarmos a captação. A ideia é começar as obras em janeiro de 2021”, completou o gestor.

Voltar