fbpx
Futebol Americano

‘Jogamos bem, derrota não abala’, diz head coach

Cane Cutters é derrotado pela segunda vez seguida, mas time está classificado

Piracicaba Cane Cutters Flag Football
Os Cutters viajam para Americana na próxima rodada da competição (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Em jogo de alto nível e com boa parte do tempo marcado pelo equilíbrio, o Piracicaba Cane Cutters conheceu a segunda derrota seguida pelo Circuito Paulista da APFA (Associação Pró-Futebol Americano). O algoz foi o Atibaia Super Chargers, que venceu o duelo entre as duas equipes pelo placar de 44×22, neste domingo (6), nas dependências do Centro Esportivo Antônio Marcussi, em Jundiaí. Apesar do revés, o time piracicabano faz boa campanha e está matematicamente classificado para os playoffs.

Líder da Divisão Sul da Conferência Caipira com três vitórias, os Cane Cutters têm 60% de aproveitamento na competição. A equipe do head coach Luiz Franco volta a entrar em campo no dia 3 de setembro, às 10h, quando enfrenta o Americana Weavers. O jogo acontece no Complexo Poliesportivo Milton Fenley Azenha, em Americana. O adversário dos Cutters faz campanha semelhante e ainda briga para fechar a primeira fase do Circuito Paulista na liderança da Divisão Sul.

AVALIAÇÃO

“Foi sem dúvida a partida mais disputada que fizemos, um grande jogo. Disputamos ponto a ponto o primeiro tempo, mas alguns erros fizeram a diferença. A partida foi vencida pela equipe que menos errou”, disse Franco. “Perdemos, mas a avaliação que faço é que jogamos muito bem. Corrigindo os erros e jogando com a garra que apresentamos, temos reais condições de conquistar o título da conferência e, quem sabe, o paulista”, completou o técnico do time piracicabano.

As duas derrotas consecutivas, conforme o head coach, não devem abalar o planejamento do grupo. “Nós estamos perdendo no momento menos prejudicial. Estamos nos playoffs e uma vitória nos coloca em posição mais confortável. Como a equipe jogou muito bem, não nos abalamos. Foi um belo jogo. Leal, disputado, bom para quem jogou e para quem assistiu. A sensação não é a de que fomos derrotados, mas a de que a equipe de Atibaia teve méritos para aproveitar os nossos erros e desequilibrar a partida a favor deles”, concluiu.

Voltar