fbpx
Muay Thai

Jhani Mendes é campeã do Super Thailand Muay Thai

Atleta piracicabana fatura cinturão do evento na Arena de Lutas, em São Paulo

Jhani Mendes conquistou mais um cinturão para a galeria no Super Thailand Muay Thai (Foto: Líder Esportes)

A piracicabana Jhani Mendes é campeã do Super Thailand Muay Thai na categoria -51 kg. O cinturão foi conquistado no último domingo (15), na Arena de Lutas, em São Paulo. A atleta do Centro de Treinamento In Fight, treinada pelo técnico Régis Muay Thai, venceu Stheffanie Lopes por pontos, em decisão unânime da arbitragem. Além de Jhani, a equipe piracicabana foi representada no evento por Lucas Oliveira ‘Mão de Pedra’, que acabou derrotado, também por pontos, para o oponente Caike Henrique, em duelo que teve o resultado bastante contestado pelo público.

“Graças a Deus, saí com a vitória. Foi muito legal, lutei bem e demos um show no evento”, comemorou Jhani. “A conquista dela foi muito merecida. A Jhani lutou muito bem e mereceu o título, entrou focada para levar o cinturão para casa e se manteve concentrada durante os cinco rounds”, elogiou Régis. O próximo compromisso da lutadora está agendado para o dia 9 de maio, com a disputa do In Fight 14. A competição acontece no Centro de Treinamento In Fight, em Piracicaba.

MÃO DE PEDRA

Diferente de Jhani, o atleta Lucas Oliveira ‘Mão de Pedra’ saiu do ringue com um sabor amargo. O resultado da luta contra Felipe foi muito contestado. “O combate era difícil, com três rounds no peso pesado. A verdade é que uma mão do adversário entrou e o Lucão sentiu no primeiro round. No segundo e no terceiro, porém, ele ganhou nitidamente, mas a arbitragem ignorou isso. Foram vários problemas em relação à arbitragem. No contexto geral, demos show”, afirmou o técnico Régis.

“Tomei um knock down no primeiro round e isso me levou para baixo na pontuação final. Mas a luta foi uma guerra. Tanto no segundo quanto no terceiro round, eu achei e o público também achou que eu tinha vencido, mas a decisão dos árbitros foi de vitória para o meu adversário. Todos vaiaram. Mas, comigo não tem mistério. Agora vou treinar mais forte para a próxima luta. Chamei uma revanche com ele, mas também não sei se ele vai aceitar”, finalizou ‘Mão de Pedra’.

Voltar