fbpx

Líder Esportes

Opinião

Insistência sem sentido

A insistência da FPF (Federação Paulista de Futebol) em continuar com o Campeonato Paulista da Série A1 chega a ser irritante. Está na cara que essa força-tarefa que a FPF está fazendo, buscando em cidades de fora de São Paulo campos para prosseguir a competição, é meramente econômica. Embora neguem, não há outra resposta para isso. O financeiro fala mais alto em detrimento das vítimas.

Entendemos que os compromissos devem ser cumpridos. Há contratos assinados a serem honrados pelos clubes, principalmente com as TVs que detêm os direitos de transmissão. Porém, nada substitui a preservação da vida. A FPF está colocando em risco atletas, comissões técnicas, diretorias de clubes e até torcedores. Sim, há torcedores que se aglomeram para assistir partidas de futebol.

Não se pode admitir, no auge pandêmico do coronavírus no Brasil, que essa situação seja forçada como está sendo pela entidade máxima do futebol de nosso Estado. UTIs lotadas, quebra de recordes de novos casos e de mortes a cada dia. O processo de vacinação ainda engatinhando, não podemos abrir a guarda neste momento. Não vale a pena pagar para ver.

E outra: já está provado de que o futebol não é 100% seguro. Não adianta os dirigentes da federação tentarem nos convencer do contrário. Agora, temos a triste notícia de que o técnico Paulo Roberto Santos, atualmente comandante do Santo André, está internado com a doença. Isso só prova que a ineficiência do protocolo do futebol. Se uma vida for perdida já é um motivo para preocupação.

Em nível nacional, a situação também está complicada. A maioria dos estaduais está em andamento, seja de forma integral ou parcial. É um absurdo! Quem me conhece sabe o quanto eu amo e sou louco por futebol. E também por outros esportes. Mas nessa hora devemos ser menos egoístas e mais realistas. O futebol, mesmo que não seja o maior problema em termos de infecção, tem de parar. Para dar o exemplo. Tem de estar acima de todos os interesses.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar