fbpx
Muay Thai

In Fight 13: casa cheia e nocaute de ‘Mão de Pedra’

Lucas Oliveira conquista cinturão dos absolutos com performance espetacular

Lucas Oliveira e Vinicius Piza, lutadores de muay thai da equipe In Fight Piracicaba (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

O excelente público que compareceu no último sábado (10) ao Centro de Treinamento In Fight, em Piracicaba, saiu satisfeito com o que viu: na 13ª edição do In Fight, foram 40 lutas com o que há de melhor sobre a arte marcial tailandesa na região. O evento ainda teve um destaque local: o piracicabano Lucas Oliveira ‘Mão de Pedra’ conquistou o cinturão dos absolutos ao nocautear no segundo round o experiente Welington Barassa, levando a torcida ao delírio. Além de Oliveira, a competição consagrou mais dois campeões: Lucas ‘Mãozinha’ ficou com o cinturão na categoria 65 kg, enquanto Edinazio Silva venceu no peso 75 kg.

“O evento foi um ‘estouro’ no que diz respeito ao público. A casa estava cheia e, realmente, não esperava um público desse tamanho. Graças a Deus, ocorreu tudo bem: todas as lutas foram bem casadas, com apenas três nocautes, o que mostra o equilíbrio. Em relação à estrutura, sabemos que precisamos aumentar o espaço, mas isso requer apoio e patrocínio. Em Piracicaba, trabalhamos no muay thai com afinco, sem o apoio de ninguém”, relatou Luis Reginaldo Pezzato, o Régis Muay Thai, organizador do evento.

A equipe piracicabana participou da competição com o total de 11 atletas. No card principal, o triunfo de Lucas Oliveira foi acompanhado pela vitória de Vinicius Piza sobre Dionatas B12 na categoria 70 kg. O estreante Giovane Proença acabou derrotado após deslocar o ombro. “O Piza fez uma excelente luta, foi muito técnico e observou bem o rival dele, venceu por decisão unânime com justiça. O Giovane está conosco faz pouco tempo e teve essa infelicidade. No geral, os resultados da equipe foram excelentes”, afirmou Régis, que completou.

“O Lucas teve uma vitória avassaladora. Era a nossa luta principal, porque ele disputava o cinturão. Fez o que o público queria ver. Ele começou o primeiro round estudando o adversário, que é um atleta experiente. No segundo, conversamos e disse que o momento era dele. Foi o que ele fez: encaixou um cruzado e mandou o adversário para lona. Realmente, uma grande performance”, finalizou o treinador. O próximo compromisso da equipe piracicabana será no dia 14 de setembro, no Top 12, em Hortolândia. Oliveira e as irmãs Jhani e Joice Mendes participam do evento.

Voltar