fbpx
Karatê

‘Implacável’, Hernani é campeão da Liga Mundial

Piracicabano continua invicto na temporada: sete títulos em sete competições

Hernani Veríssimo, atleta da equipe de karatê de Piracicaba
Hernani Veríssimo conquistou o título da Liga Mundial de Karatê: temporada invicta (Foto: Geraldo de Paula)

Hernani Veríssimo continua impossível em 2016. O lutador piracicabano conquistou neste sábado (17) o título da Premier League, a Liga Mundial de Karatê, na etapa do Brasil, disputada em Fortaleza (CE). A temporada de estreia do atleta na categoria sênior -75 kg é espetacular: são sete medalhas de ouro conquistadas em sete competições disputadas neste ano – Seletiva Nacional, Copa Brasil, Aberto Internacional Arnold Classic, Pan-americano, Sul-americano, Copa São Paulo e, agora, Liga Mundial.

“É um ano de muito agradecimento ao Diego (Spigolon, técnico) que colocou toda a confiança em mim e não me deixou desistir em nenhum momento”, disse Hernani. “Estou muito feliz, é a recompensa pelo trabalho que venho fazendo. Mas tenho que manter o foco e a conquista me dá forças para treinar ainda mais”, completou o campeão. Na próxima semana, o lutador da equipe Sport Way/Selam/Phitofarma/Açaí Mil & Ross/JF Comercial/Onodera Piracicaba/Galileo Grill/Tatu Suplementos representa Piracicaba nos Jogos Abertos do Interior, em São Bernardo do Campo.

Para conquistar o título da Premier League, Hernani Veríssimo venceu quatro lutas. Na estreia, ele deixou pelo caminho o chileno David Dubo, campeão mundial em 2008. Nas quartas de final, o piracicabano reeditou a final do Sul-americano de Cartagena, contra o compatriota Milton Menezes, atual titular da seleção brasileira. Assim como fez na Colômbia, Hernani voltou a vencer o adversário e, na semifinal, passou pelo experiente Douglas Brito. Na decisão, o rival foi outro chileno, Germán Charpentier, também superado por Hernani.

MARIA ELIZA

Além de Hernani, Maria Eliza também participou da etapa brasileira da Liga Mundial. A atleta de Piracicaba perdeu na estreia para Viktoria Semanikova, mas disputou repescagem após a classificação da eslovaca para a final – ela foi derrotada pela brasileira Valeria Kumizaki. Na repescagem, Maria Eliza derrotou Márcia Mafra, mas foi superada pela também brasileira Sabrina Pereira na decisão do bronze. Neste domingo (18), é a vez da atual campeã dos Jogos Pan-americanos, Natalia Brozulatto, entrar no tatame. Na estreia, ela tem parada dura contra a austríaca Alisa Buchinger.

Voltar