fbpx

Líder Esportes

Karatê

Hernani deixa lesões para trás e é campeão do Meeting Nacional

Lutador piracicabano brilha e prova que é o atleta a ser batido na categoria -75 kg da modalidade

Hernani conquistou o título do Meeting Nacional de Karatê no último fim de semana (Foto: Líder Esportes)

O retorno aos tatames de Hernani Veríssimo não poderia ser melhor. Afastado do cenário competitivo por quase dois anos, em razão de duas lesões consecutivas nos joelhos, o lutador piracicabano conquistou no último fim de semana o título do Meeting Nacional. O evento, organizado pela CBK (Confederação Brasileira de Karatê), foi realizado em Caucaia (CE) e computou pontos para o ranking especial sênior, que dá vaga ao Pan-Americano Sênior, marcado para o mês de outubro, em Punta del Este, e para o Mundial, que acontece em novembro, em Dubai.

O atleta da Sport Way venceu as quatro lutas que fez para garantir o título de campeão da categoria -75 kg. Hernani superou Josehan Nunes, do Rio Grande do Norte, Marco dos Anjos, de Santa Catarina, e os paulistas Gabriel Pinheiro e Willians Quirino. “Deu tudo certo, graças a Deus. Voltei a ser campeão e agora é dar sequência ao trabalho e pensar na próxima competição. Estou muito feliz com o título, é uma vitória significativa, que consolida a recuperação”, afirmou o piracicabano, que destacou o papel do técnico Diego Spigolon para o triunfo.

“O Diego tem papel fundamental, tenho muita confiança no trabalho dele. A preparação foi excelente, eu já sabia o que tinha de ser feito, estava muito consciente. Além de vencer, consegui me soltar e soube aproveitar a competição”, disse Hernani, que é patrocinado pela Lourenço Alimentos. Nesta segunda-feira (30), o lutador embarca para o Cairo, no Egito, onde disputará a etapa da Premier League, a Liga Mundial de Karatê, entre os dias 3 e 5 de setembro. Na volta para o Brasil, o piracicabano participa do Campeonato Brasileiro, outra vez em Caucaia (CE).

“O Hernani lutou super bem no Meeting Nacional, o resultado nos deixa muito satisfeitos. Senti um pouco do nervosismo no aquecimento dele, devido ao tempo que ele estava sem competir, mas quando ele entrou, mostrou muita confiança, foi consciente o tempo todo e desenvolveu bem o jogo dele. Foi uma volta em bom nível, técnica e fisicamente. Esse é o caminho. O título vai trazer confiança para disputar a etapa da Liga Mundial”, completou Spigolon, treinador da Sport Way e da seleção brasileira de karatê.

Voltar