fbpx
Judô

Heisei promove competição e entrega faixas

Atividades serão realizadas neste sábado (23) no clube Cristóvão Colombo

Exame de Faixas de Competição Interna de Judô Heisei
A entrega das faixas e a competição interna são pilares na formação de novos judocas (Foto: Líder Esportes)

A academia Heisei/Atmosphera realiza neste sábado (23) a cerimônia de troca de faixas para 38 alunos com idade de 4 a 15 anos. A atividade acontece no Ginásio de Esportes do Centro Cultural e Recreativo Cristóvão Colombo, a partir das 13h30. A programação inclui ainda uma competição interna por equipes que deve reunir cerca de 60 alunos, desde crianças com 4 anos de idade aos adultos. A iniciativa faz parte do processo de formação dos alunos.

“A entrega de faixas é importante para as crianças perceberem que se trata de algo conquistado, não ganho. Para isso, elas têm que estudar, se aplicar e não podem errar nenhum golpe. No exame, os pais não podem assistir para não interferir. Aquele momento é só dela (criança), então é algo que a gente preza muito”, afirmou o professor Rene Mattos, responsável pelo trabalho desenvolvido na Heisei ao lado do também professor Beninho Mattos. De acordo com eles, a competição após a entrega de faixas é ‘controlada’.

“As crianças aprendem que os adversários na luta não são inimigos, além de prepará-los para competições externas em um ambiente controlado. A gente escolhe quem vai lutar com quem. No processo de aprendizagem, é importante saber perder e ganhar, ter iniciativa, enfrentar os medos, coisas que a geração atual não faz. Na luta, um erro significa uma derrota e a nova chance é apenas no próximo campeonato. É o contrário do que acontece no vídeo-game. Do mesmo jeito, quem vence não pode ficar se gabando. Nas aulas seguintes, conversamos muito sobre isso”, afirmou Rene.

PAULISTA

No dia 30 de junho, Rene Mattos irá disputar o Campeonato Paulista Sênior, em Itapecerica da Serra. O piracicabano participa da categoria meio-médio (-81 kg). “Em 2018, voltei a competir mais forte, é um ano que estou confiante e treinando bem. A expectativa é boa em relação a lutar bem, mas sei que trazer um resultado expressivo é algo complicado, pois é a competição mais disputada do país. Os quatro cabeças de chave são judocas da seleção brasileira, que hoje é basicamente composta por paulistas. O nível é alto, mas vou para lá tentar fazer o melhor”, finalizou.

Voltar