fbpx
Futebol

Gilson e Pedrinho são dúvidas para Penápolis

XV vive melhor fase na temporada e soma quase 73% de aproveitamento

Evaristo Piza, técnaico do XV de Piracicaba
Evaristo Piza quer evitar qualquer euforia pelo bom início de trabalho realizado no clube (Foto: Líder Esportes)

Com aproveitamento de 72,22% dos pontos que disputou, o XV de Piracicaba vive seu melhor momento em 2017. Após derrotar o Linense por 1×0, na última sexta-feira (4), o Nhô Quim conquistou a terceira vitória consecutiva em uma competição, feito que ainda não havia sido alcançado na atual temporada. A ‘lição de casa’ também tem sido bem-feita, já que o clube segue com 100% de aproveitamento no Barão da Serra Negra nesta edição da Copa Paulista. Além disso, o Alvinegro ocupa a liderança provisória do Grupo 1, com um ponto e uma partida a mais que a vice-líder Ferroviária.

Embora os últimos jogos tenham agradado (triunfos sobre Velo Clube, Ferroviária e Linense), o técnico Evaristo Piza terá problemas para montar a equipe que encara o Penapolense. O zagueiro Lucas Cunha recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Linense e terá que cumprir suspensão automática. O volante Gilson, que há três partidas está atuando improvisado na lateral direita, sentiu dores na coxa. “Na zaga temos o Pablo (Rocha) e o Hugo para reposição. O Pablo vinha jogando e saiu pela opção da entrada do Marcão. O Hugo chegou, teve uma lesão, se recuperou, e é um bom jogador. Sobre o Gilson, vou aguardar o departamento médico. Se perdê-lo, tenho o Crystian”, disse Piza.

DÚVIDA

Quem também será reavaliado pelo departamento médico é o lateral-esquerdo Pedrinho, que também se queixou de dores na coxa na partida contra o Linense. Em contrapartida, Piza conta com o retorno do atacante Rafael Gomes, que está liberado após cumprir suspensão na última rodada. Com seis vagas a serem preenchidas para a sequência da Copa Paulista, o clube ainda analisa quais atletas serão inscritos. “Tenho jogadores trabalhando que estão no BID (Boletim Informativo Diário), mas não estão inscritos. Com a chegada do Alex (Willian) e a possibilidade do Doni, vai restringindo e limitando a inscrição dos atletas. Mas, após a primeira fase, podemos fazer quatro trocas”, afirmou.

“É trabalhar dessa forma, ver dentro das necessidades de inscrever e não apenas porque os atletas estão aí. Caso não haja necessidade de inscrevê-los, se for situação de peças semelhantes, vamos ter que optar e analisar junto com a diretoria, o que é melhor para o grupo. Não adianta queimar as 28 inscrições com jogadores da mesma característica. Depois, é pensarmos bem se há necessidade da troca”, completou Evaristo Piza. O XV de Piracicaba volta a campo no próximo sábado (12), às 18h30, para encarar o Penapolense no estádio Tenente Carriço, em Penápolis.

Voltar