fbpx
Futebol

FPF cancela tabela e regulamento do Paulista Feminino

Caldeirão FC foi representada por Leandro Silva na videoconferência do torneio

Rodrigo Dias, preparador físico do Caldeirão FC
O preparador físico Rodrigo Dias envia exercícios para as jogadoras do Caldeirão (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

Com o objetivo de discutir soluções para a disputa do Campeonato Paulista Feminino 2020 e ouvir os clubes, a FPF (Federação Paulista de Futebol) realizou ontem (22) uma videoconferência com os 16 times inscritos na competição. Na ocasião, a equipe piracicabana do Caldeirão Futebol Clube foi representada pelo técnico e responsável pelo projeto, Leandro Silva. Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a FPF anunciou o cancelamento da tabela e do regulamento do torneio, que estava agendado para começar no dia 12 de abril.

“A videoconferência foi produtiva. Nós sabemos do momento delicado pelo qual estamos passando, mas essa reunião precisava acontecer para falar sobre o futuro. Tivemos várias trocas de sugestões entre os clubes, e a federação nos passou algumas alternativas de planejamento. Tudo depende do pronunciamento do governo estadual sobre a quarentena, a partir do dia 10 de maio. Uma nova videoconferência ficou pré-agendada para a primeira quinzena de maio. As expectativas são boas, principalmente pelo desejo da FPF de realizar a competição. Todos estão bem motivados”, destacou o treinador.

Na reunião virtual, a Federação Paulista de Futebol também informou que um novo Conselho Técnico será realizado para definir o formato de disputa da competição estadual, com base nos prazos e nas recomendações transmitidas pelas autoridades de saúde. A entidade também não descartou a possibilidade de, inicialmente, os jogos serem realizados com os portões fechados, com o propósito de preservar a saúde pública e evitar aglomerações nos estádios.

EM CASA

A quarentena impossibilitou os treinos no campo, porém não deixou as jogadoras do Caldeirão paradas. Diariamente, elas são orientadas pelo preparador físico Rodrigo Dias e realizam em casa realiza a rotina de treinos. “Todos os dias o preparador físico envia as atividades e elas mandam para nós um vídeo com os exercícios feitos, assim temos esse feedback de cada atleta. Estamos fazendo a nossa parte e vamos torcer para tudo ficar bem logo”, finalizou Silva.

O Caldeirão Futebol Clube é responsável pelo desenvolvimento do futebol feminino em Piracicaba. O projeto foi aprovado via chamamento público, em parceria com a Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras), e atende meninas com idade mínima de 7 anos. As aulas são gratuitas e serão retomadas conforme as orientações das entidades de saúde, em três núcleos: Associação dos Funcionários Públicos Municipais de Piracicaba (segunda e quarta-feira, das 19h às 21h), Área de Lazer da Rua do Porto (sábado, das 9h às 10h30) e Tiro de Guerra (equipe de competição, segunda a sábado, das 15h às 17h).

Voltar