fbpx

Líder Esportes

Automobilismo

Fórmula Inter chega ao ECPA com megaevento

Fim de semana em Piracicaba terá atrações musicais, gastronomia e velocidade

Fórmula Inter
A categoria chega a Piracicaba com uma série de atrações para o público local (Foto: André Lemes/Divulgação)

A Fórmula Inter chega a Piracicaba no próximo fim de semana com a proposta de realizar um evento que vai além do automobilismo. Na pista, o Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo será palco para a primeira prova de resistência com fórmulas e em circuito oval curto no Brasil, com 100 voltas programadas. No ramo do entretenimento, a organização aposta na pluralidade de opções para atrair o público ao ECPA nos dias 28 e 29 de outubro: desfile de carros clássicos, gastronomia e música estão entre as novidades do espetáculo, que também tem caráter social.

A categoria reúne carros monopostos fabricados no país e movidos a etanol, 23 cm menores do que um Fórmula 1, que podem atingir 240 km/h. A Fórmula Inter, cujo nome é uma homenagem ao autódromo de Interlagos, em São Paulo, corre sob chancela pela Fasp (Federação de Automobilismo de São Paulo), no Campeonato Paulista de Velocidade no Asfalto, com provas disputadas no circuito paulistano. Treze pilotos estão confirmados para o grid de largada no próximo fim de semana, quando será realizada a décima etapa da atual temporada.

A expectativa da organização é de que aproximadamente 10 mil pessoas passem pelo ECPA ao longo dos dois dias

A entrada para o evento será trocada por 2 kg de alimentos não-perecíveis (exceto sal) ou um pacote de fraldas geriátricas a cada pessoa. A arrecadação será destinada ao Fussp (Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba). Os ingressos para o público que não levar doações custam R$ 20. As crianças com menos de oito anos não pagam. O valor do estacionamento para carros e motos no ECPA é de R$ 15. Além dos carros de fórmula, haverá corridas da Copa Clássicos de Competições, desfile de veículos antigos e personalizados do grupo piracicabano Kultura Kustom e a presença do Jeep Clube de Piracicaba e Jipeiros S/A na pista off road.

No fim de semana, o público poderá conferir shows das bandas Bala na Agulha, Capitão Nemo, Dhammer, Keruv Rock, Royales, Som de Ponta, Stella Blues e Three Guitars Generations. As atrações musicais têm início às 10h, tanto no sábado (28) quanto no domingo (29). Na área gastronômica, o destaque é a presença do chef piracicabano Cadu Galluccio, que comandará o espaço dedicado ao ‘american barbecue’. Apoiadora do evento, a cervejaria Cevada Pura promoverá pela primeira vez na cidade o Bar nas Alturas, um mini-bar com capacidade para dez pessoas, içado a 40 metros de altura por um guindaste, com ingressos a R$ 25.

Fórmula Inter

Atualmente, a categoria reúne 13 pilotos; meta é chegar aos 40  (Foto: Rodrigo Ruiz/Divulgação)

No domingo, a partir das 8h, a academia Bio Ritmo organizará a Bio Run, corrida de rua nas distâncias de 5 km e 10 km a ser realizada no próprio circuito do ECPA. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site www.ativo.com. O custo é de R% 50. “Para nós, é muito gratificante receber a Fórmula Inter. O que move o ECPA hoje é a paixão pelo esporte e, para nós, é uma honra”, disse a empresária Daniella Giannetti. A expectativa da organização é de que aproximadamente 10 mil pessoas passem pelo clube piracicabano ao longo dos dois dias de programação.

LANÇAMENTO

O lançamento da Fórmula Inter em Piracicaba aconteceu na tarde desta quarta-feira (25), em entrevista coletiva realizada na Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba). Participaram do encontro a diretoria de marketing da categoria, Elaine Dias, e o diretor comercial Ivan Serra, além dos empresários Juliano Pitton e Daniella Giannetti. “Nós queremos criar uma categoria independente. Começamos no ano passado com sete carros, hoje estamos com 13 e temos dez pilotos esperando. O objetivo é chegar a 40 carros no grid”, disse Serra.

“O custo mensal não atinge R$ 20 mil por piloto, o que é muito baixo em comparação com outras categorias. A Fórmula Inter é sustentável. Para você ter ideia, o carro é artesanal, feito à mão, e 95% é desenvolvido por nós. Reunimos pessoas que viveram a época dourada do automobilismo para criar algo diferente. Hoje, um menino que sai do kart com 15, 16 anos, não tem o que fazer no Brasil, a não ser que ele tenha muito dinheiro para correr na Fórmula 3 Inglesa, por exemplo. Nós queremos preencher essa lacuna”, completou o diretor comercial.

Coletiva - Fórmula Inter

O evento foi lançado nesta quarta-feira (25) na Acipi (Foto: Marcelo Basso/Engenho da Notícia)

Voltar