fbpx
Ginástica Artística

Flamengo acerta com Diogo Soares e Daniel Biscalchin

Técnico e ginasta vão defender o clube carioca; trabalho em Piracicaba não será interrompido

Diogo Soares, ginasta da Academia Pira Olímpica, e o treinador Daniel Biscalchin
Dupla manterá o trabalho realizado em Piracicaba na Academia Pira Olímpica (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

De olho nos Jogos Olímpicos de 2024, em Paris, o ginasta Diogo Soares e o técnico Daniel Biscalchin devem mudar de endereço em 2022. A dupla piracicabana será anunciada em abril como reforço do Flamengo. Biscalchin deve ser o responsável pelo comando da equipe masculina de ginástica artística do Rubro-Negro, enquanto Diogo pinta como principal aposta do clube na modalidade masculina para o próximo ciclo olímpico. A informação foi apurada nesta segunda-feira (28) pelo LÍDER. Atleta e treinador devem iniciar os treinamentos no Rio de Janeiro na segunda quinzena do próximo mês.

A reportagem apurou ainda que o trabalho desenvolvido na Academia Pira Olímpica será mantido. No acordo com o Flamengo, Biscalchin e Diogo poderão continuar atuando na formação de ginastas em Piracicaba e existe a possibilidade de uma parceria local com o Rubro-Negro. Procurados pelo LÍDER, técnico e atleta confirmaram a proposta do clube carioca, mas foram cautelosos quanto ao desfecho da negociação. “É uma oportunidade que surgiu após os Jogos de Tóquio. A estrutura e o projeto do Flamengo são excelentes. É uma possibilidade de evolução, tanto em relação ao Diogo quanto para a formação de novos ginastas”, disse Biscalchin.

Com duas medalhas conquistadas nos Jogos Olímpicos da Juventude (Argentina, 2018), cinco pódios na Gymnasiade (Marrocos, 2018), o título de campeão brasileiro adulto (2019) e ainda uma medalha de uma prata nas argolas no Mundial Juvenil (Hungria, 2019), Diogo despertou de vez a atenção do Rubro-Negro nas Olimpíadas de Tóquio, ano passado, quando foi finalista e obteve a 20ª colocação na disputa individual geral do torneio masculino de ginástica artística, com a nota final de 81.198 pontos. O atleta foi descoberto no esporte por Biscalchin, também piracicabano, com quem sempre treinou – são 16 anos de parceria.

Diogo Soares e Daniel Biscalchin: 16 anos de parceria na ginástica artística (Foto: Arquivo Pessoal)

“É a pessoa que eu mais confio e isso faz muita diferença”, afirmou Diogo. Em 2022, o ginasta deve participar de uma série de competições internacionais. A expectativa é pela presença no Mundial de Liverpool, em outubro, além da Universíade e pelo menos duas etapas da Copa do Mundo. O planejamento inclui ainda a participação no Campeonato Brasileiro Adulto. “Vamos trabalhar em cima disso, planejando as séries e os aspectos técnicos e táticos. Estamos de olho também no novo código da FIG (Federação Internacional de Ginástica)”, destacou o técnico.

“O maior objetivo competitivo é o Mundial, na Inglaterra. Eu nunca participei do Mundial Adulto, é uma competição gigante, que pode ser comparada aos Jogos Olímpicos, e vejo isso como extremamente importante. Quero melhorar cada vez mais, ter bons resultados e mostrar evolução. Sei que, talvez, as notas sejam um pouco mais baixas no começo do ano porque estarei em um momento de transição de série e a dificuldade é maior, mas sempre treinamos pensando a longo prazo. Vamos chegar Paris melhor do que estivemos em Tóquio”, completou Diogo.

Voltar