fbpx

Líder Esportes

Taekwondo

Félix visa Rio-2016; dupla quer vaga na seleção

Guilherme Félix, Hellorayne Paiva e Joelmir Marreta têm semana decisiva

Guilherme Félix, Hellorayne Paiva e Joelmir Marreta, atletas da equipe Dojan Nippon de taekwondo
Guilherme Félix, Hellorayne Paiva e Joelmir Marreta: semana decisiva no taekwondo (Foto: Líder Esportes)

O taekwondo de Piracicaba vive uma semana decisiva. Nesta quarta-feira (16), Guilherme Félix embarca para Vitória (ES) em busca de uma vaga para a Olimpíada do Rio de Janeiro. No Espírito Santo, o atleta do Dojan Nippon terá pela frente dois adversários na categoria +80 kg:  André Bília e Maicon Andrade. A final da Seletiva Olímpica Fechada acontece na sexta-feira (18), no Ginásio do Tancredão, a partir das 14h.

“O momento é de alegria. Eu sempre quis chegar até aqui e estou atingindo isso. Vou fazer o melhor que eu puder. O trabalho que eu tinha que fazer, foi muito bem feito”, disse Félix. Concentrado, o atleta de Piracicaba afirmou que as duas alterações na data da seletiva prejudicaram a preparação. “Contornamos a mudança para ela ser positiva. Pude treinar mais, preparar um arsenal de golpes maior e aprimorar o condicionamento físico”, relatou. Capixaba, o candidato à vaga olímpica vai disputar a final praticamente em casa – ele é natural de Vila Velha (ES), fator que o agrada. “Não tinha lugar melhor para lutar a seletiva e fechar o trabalho com chave de ouro. Os dois adversários são complicados, têm características diferentes, mas estou preparado para enfrentar qualquer situação”, declarou.

GRAND SLAM

A semana também é decisiva para outros dois atletas do Centro de Alto Rendimento Dojan Nippon. No próximo fim de semana, a CBTKD (Confederação Brasileira de Taekwondo) realiza no mesmo Ginásio do Tancredão, em Vitória (ES), o Grand Slam 2016, competição que define os representantes da seleção brasileira na temporada. Hellorayne Paiva (+73 kg) e Joelmir Marreta (-87 kg) estão no páreo e embarcam nesta quinta-feira (17) para o Espírito Santo. O evento começa sábado, mas os dois taekwondistas de Piracicaba lutam no domingo.

Hellorayne quer vaga para ir ao Pan da modalidade; Marreta fala em ‘decisão’

Os combates, com três rounds de dois minutos, serão disputados em sistema eliminatório. “A princípio, vou fazer cinco lutas. A última semana de preparação é mais para cuidar do corpo e chegar bem na competição. Existe pressão pois é a principal competição do ano, pode definir toda a temporada do atleta, mas venho fazendo um bom trabalho, tivemos apoio psicológico e acredito em um bom resultado”, disse Marreta.

Acostumada a defender a equipe nacional e atual titular da seleção brasileira, Hellorayne viu aumentar de seis para dez o número de participantes em sua categoria. A titularidade em 2015, no entanto, rendeu a ela avantagem de entrar apenas na segunda rodada da seletiva. “Quando falo em obrigação, falo no sentido de realização pessoal. Quero me manter sempre entre os melhores e, neste ano, tem o Pan-americano da modalidade, que é uma competição importante e que eu quero muito participar. Você só consegue ir para os grandes campeonatos se estiver na seleção brasileira, então esse é o meu objetivo”, completou a atleta.

Voltar