fbpx
Muay Thai

Extreme Fight ajuda moradores da Portelinha

Campanha em parceria com o SASIEQ arrecada mais de 1.000 materiais

Frederico Molina, técnico de muay thai na equipe Extreme Fight
Molina: 'É uma forma humana de entender aquilo que fazemos' (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

A academia Extreme Fight, em parceria com o SASIEQ (Serviço de Ação Social da Igreja do Evangelho Quadrangular), anunciou nesta sexta-feira (8) o saldo da campanha de arrecadação de materiais para combater o frio. De acordo com os organizadores da campanha, foram doados e distribuídos cerca de 200 cobertores e 600 agasalhos, além de mais roupas, sapatos e outros itens de proteção. Na última visita, realizada na comunidade da Portelinha, foram entregues dez cestas básicas pelo SASIEQ.

“Ao ajudar os irmãos da Portelinha, conseguimos nos colocar na linha de frente de tantos problemas sociais que existem em uma cidade, um Estado ou um país. Dentro desta realidade, a pergunta é: porque tanta diferença social? Mesmo com todas as dificuldades, a comunidade da Portelinha é um celeiro de pessoas com alma incrível, mão de obra para toda a cidade, além de crianças e adolescentes com um potencial para a prática de esportes”, disse o técnico da Extreme Fight, Frederico Molina.

SOCIAL

O técnico da Extreme Fight Sithinthong tem bagagem no que diz respeito a explorar o aspecto social do esporte. Em junho, Molina realizou aulas de muay thai para 20 alunos da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), na academia da equipe. A atividade tinha como objetivo incentivar os alunos excepcionais no combate à obesidade infantil e ao sedentarismo, por meio de exercícios físicos. “É uma forma mais humana de entender aquilo que fazemos”, afirmou o treinador.

Voltar