fbpx

Líder Esportes

Futebol

‘Estava controlado e, do nada, levamos o gol’

Evaristo Piza analisa empate contra a Portuguesa e evita apontar culpados

*Capa: Divulgação/XV de Piracicaba

Com um gol marcado por Bruninho, no início da partida, o XV de Piracicaba vencia um jogo equilibrado contra a Portuguesa, com chances para os dois lados. Porém, a falha individual do goleiro Mateus Pasinato, ao errar o passe e entregar a bola nos pés de Guilherme Queiroz, fez com que a Lusa crescesse no Canindé. Com o gol marcado pelo atacante, aos 26min do segundo tempo, o Alvinegro passou a ser pressionado, e por pouco, não acabou derrotado na capital.

“Estava tudo controlado e, de repente, do nada, o adversário fez o gol. Para a equipe absorver e retomar o controle novamente, por mais experiente que ela seja, demora alguns minutos. Antes de sofrer o gol, eu precisei fazer uma mexida e, na sequência, mais duas. Os jogadores que entraram precisavam de um tempo para pegar a dinâmica do jogo e foi quando a Portuguesa conseguiu o controle da partida. Não podemos lamentar os pontos perdidos, mas, talvez, a maneira como aconteceu”, disse o técnico do XV, Evaristo Piza.

O Nhô Quim volta a encarar a Portuguesa na próxima sexta-feira (6), às 20h, no Barão da Serra Negra. A partida é válida pela quarta rodada da segunda fase da Copa Paulista. “Agora é corrigir e ver o que faltou. Não adianta pensar que por jogar em casa será mais tranquilo, pois não será. É preciso concentração o tempo todo. Um time campeão, que busca os objetivos na competição, não pode errar, pois o erro castiga. Ninguém quer errar. Não temos que punir ou culpar ninguém, quando ganha são todos e quando perde são todos. O momento é de não errar, não cabem mais erros, pois se errar, acaba a competição”, complementou Piza.

Voltar