fbpx
Opinião

Esse time tem potencial

*Capa: Arquivo/XV de Piracicaba

Neste domingo (25), o XV de Piracicaba inicia a luta por uma vaga na final da Copa Paulista. O time piracicabano vai a Diadema enfrentar o São Caetano, às 15h. O duelo será na Arena Inamar – casa do Água Santa, curiosamente, a equipe eliminada anteriormente pelo Nhô Quim – por que o Azulão está impossibilitado de jogar no Anacleto Campanela, em São Caetano do Sul.

Chegar à decisão é extremamente importante para o elenco comandado pelo técnico Cléber Gaúcho. Explico: caso passe pelo São Caetano, além de manter viva a possibilidade de título, o XV já garante classificação para uma competição nacional em 2023. Os finalistas têm assegurado a participação na Copa do Brasil ou no Campeonato Brasileiro da Série D.

O campeão terá direito a escolher qual competição irá disputar no próximo ano. A diretoria quinzista deixou claro sua preferência pela Série D por ter a garantia de um calendário anual. Aliás, os quatro semifinalistas já optaram pelo Brasileiro em detrimento da Copa do Brasil – além deles, Marília e Portuguesa são os outros clubes que estão entre os quatro melhores da Copa Paulista.

Os planos do XV de Piracicaba estão bem definidos e, na minha visão, bem plausíveis. O Alvinegro tem uma equipe jovem e talentosa. Com a menor média de idade entre os quatro semifinalistas, o Nhô Quim pode não somente levantar a taça da Copa Paulista, como também fazer um bom caixa para a temporada 2023.

Isso por que, caso vença a tradicional competição estadual, o time piracicabano colocará seus principais jovens jogadores na vitrine do futebol nacional e, certamente, irá perder alguns deles. Atletas como Mika, Enzo Henrique, João Maistro, Felipe Benedetti, Serginho, Artur, Diego Lanzarini e Renazinho, entre outros, têm muita possibilidade de entrar 2023 em algum time grande ou das séries A e B do Brasileiro.

É isso que esperamos! Logicamente, boa parte dos torcedores poderá até ficar triste com isso, mas esse é o processo do futebol para os clubes médios e pequenos. E essa lógica também faz parte do planejamento do XV desde o início da competição, em fala da própria diretoria à imprensa: fazer um time com base nos jogadores na categoria de formação para vendê-los posteriormente. O plano segue de pé! E para ficar perfeito, que esse plano venha coroado com o bicampeonato da Copa Paulista.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar