fbpx
Tênis

Eslovaca é campeã da Copa Feminina em Piracicaba

Bianca Behulova conquista título da competição realizada no clube Cristóvão Colombo

A eslovaca Bianca Behulova é a campeã da Copa Feminina de Tênis em Piracicaba
A eslovaca Bianca Behulova é a campeã da Copa Feminina de Tênis em Piracicaba (Foto: João Pires/Foto Jump)

A eslovaca Bianca Behulova é a campeã da Copa Feminina de Tênis. No último domingo (24), a tenista superou em três sets a bielorrussa Jana Kolodynska, com parciais de 2/6, 6/1 e 6/4, após 1h51 para ficar com o troféu no clube Cristóvão Colombo, em Piracicaba. Com o triunfo, Behulova, que ocupa apenas a 1143ª posição no ranking da WTA, faturou o primeiro título como profissional. Antes disso, as melhores campanhas eram as quartas de final em Antalya, em 2018, e Monastir e Cancun, em 2021. “Foi a partida mais emocionante da minha carreira. Sinto que foi um passo importante que pude dar no circuito”, afirmou.

“O jogo foi duríssimo. Acredito que o apoio da torcida brasileira, que me ‘adotou’ na final, foi fundamental para que eu pudesse seguir focada no jogo e reagir, já que não comecei muito bem. O torneio de Piracicaba agora é o meu favorito”, finalizou a campeã. “Sempre é muito difícil perder um jogo como esse, saio muito triste depois de perder a final. Não esperava que fosse cair tanto de rendimento durante o jogo, mas isso faz parte do tênis. Quero tirar essa derrota como aprendizado para seguir adiante nos próximos torneios”, comentou Jana Kolodynska.

Cabeça de chave número três do torneio, Kolodynska começou melhor a partida e fez valer o favoritismo. Firme no saque, com um total de 100% de pontos de primeiro serviço vencidos, ela precisou apenas esperar a primeira chance de quebra para abrir 4/2. Dominante, a bielorrussa logo fechou a parcial e saiu na frente da disputa. Behulova, entretanto, não se deu por vencida. Depois de ter o serviço quebrado logo no primeiro game do segundo set, ela jogou mais confiante e aproveitou todos os break points para virar o placar para 6/1 a igualar o jogo.

A jovem de 19 anos manteve o ritmo no set decisivo, aproveitando uma dupla falta da adversária para logo marcar 1/0. Sacando bem e aproveitando o momento ruim da adversária, Bianca Behulova logo abriu 4/0 e encaminhou o que parecia uma vitória fácil na parcial. Número 723 do mundo, Jana Kolodynska então elevou o nível e diminui para 4/3. A melhora, entretanto, não foi o suficiente para evitar o primeiro troféu da carreira de Behulova, que fechou o jogo na sequência.

Voltar