fbpx

Líder Esportes

Futebol

Embalado, XV vence a Lusa e lidera com 100%

Jean Dias e Juninho Potiguar marcaram os gols no triunfo contra Portuguesa

Jean Dias, meia-atacante do XV de Piracicaba, em lance da partida contra a Portuguesa pela Série A2 do Campeonato Paulista 2021
XV vence a Portuguesa no Barão da Serra Negra (Foto: Michel Lambstein)

Com gols de Jean Dias e Juninho Potiguar, o XV de Piracicaba venceu a Portuguesa por 2×1, neste sábado (13), no estádio Barão da Serra Negra, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Raphael Luz, em cobrança de pênalti, diminuiu para a Lusa. Com a quarta vitória consecutiva, o Nhô Quim chegou aos 12 pontos e lidera a competição. O Alvinegro agora espera a reunião da FPF (Federação Paulista de Futebol) com o Ministério Público e o governo estadual, segunda-feira (15), para saber se o torneio será paralisado devido à fase emergencial do Plano São Paulo de combate à Covid-19.

ESCALAÇÃO

O XV iniciou o duelo com uma única mudança em relação ao time que venceu o EC São Bernardo na última quarta-feira (10): o zagueiro Adalberto voltou à equipe titular no lugar de Maurício Ramos. Com isso, Moisés Egert repetiu o esquema 4-3-3 e colocou em campo Matheus Nogueira; Cleiton Savedra, Renan Dutra, Adalberto e Ronaell; Felipe Manoel, Gustavo Hebling e Mazinho; Jean Dias, Marlyson e Juninho Potiguar. O treinador foi obrigado a mexer na equipe aos 40min do primeiro tempo, tirando o volante Felipe Manoel, que saiu machucado, para colocar Baraka. No intervalo, Érison e Léo Duarte ocuparam as vagas de Marlyson e Ronaell, respectivamente. Aos 5min da etapa final, Jean Dias deixou o campo lesionado para a entrada de Guilherme Garré. A última alteração foi a saída de Mazinho para a entrada de Maicon Souza.

RESUMO

Truncada, a partida entre XV e Portuguesa começou com muitas faltas e passes errados. A primeira chance mais perigosa foi da Lusa. Aos 13min, Misael cobrou escanteio e encontrou Junior Prego, que finalizou sem força e Matheus Nogueira defendeu sem susto. Praticamente na única jogada que criou no primeiro tempo, o time piracicabano abriu o placar aos 30min. Em lance construído pelo lado esquerdo, Ronaell fez cruzamento açucarado na segunda trave para Jean Dias, que cabeceou no ângulo, sem chances para Dheimison: 1×0.

No início da segunda etapa, o XV tentou pressionar a Lusa com jogadas áreas, porém, sem levar muito perigo. Aos 5min, Mazinho cobrou escanteio e Érison cabeceou para fora. A Portuguesa tentou responder aos 12min. Maykinho arrancou pelo lado esquerdo e invadiu a área, mas chutou na rede pelo lado de fora. Quando o adversário começava a ficar mais tempo com a bola, o Nhô Quim ampliou o placar com um belo gol. Aos 26min, Érison fez o desarme no meio de campo, deixou os marcadores da Portuguesa para trás e serviu para Juninho Potiguar, que teve liberdade para finalizar com categoria no canto esquerdo superior do goleiro: 2×0.

Depois do gol, o XV passou a administrar a posse de bola, mas a Lusa ainda tentava reagir. A chance para diminuir a vantagem do Nhô Quim veio aos 40min, quando o lateral Clayton Savedra colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro Kléber Canto dos Santos assinalou pênalti para a Portuguesa. Raphael Luz foi para a cobrança e chutou com força, no meio do gol, para vencer Matheus Nogueira: 2×1. O time da capital ainda teve duas oportunidades de empatar a partida, com Maykinho e Anderson Lessa, mas parou na eficiência do setor defensivo quinzista.

Voltar