fbpx

Líder Esportes

Futebol Americano

Em jogo parelho, Cutters perde para o Corinthians

Resultado deixa time piracicabano mais longe de chegar aos playoffs da SPFL

Piracicaba Cane Cutters 31x33 Corinthians Streamrollers
A equipe piracicabana fecha a participação na primeira fase contra os Spartans Football (Foto: Marco Grigoleto)

O Piracicaba Cane Cutters está com um pé fora da SPFL (São Paulo Football League). O time piracicabano foi derrotado pelo Corinthians Steamrollers por 33×31, neste domingo (13), no Estádio Municipal Massud Chury, em Rio das Pedras. O resultado negativo deixou remotas as chances de classificação aos playoffs. Restando uma partida para o encerramento da primeira fase, os Cutters ocupam a quarta colocação no Grupo B, com duas vitórias e três derrotas.

A equipe piracicabana fecha a fase classificatória contra o lanterna Spartans Football, em duelo agendado para o dia 26 de maio. Para avançar, os Cutters dependem de uma improvável combinação de resultados: além de vencer os Spartans, o time teria de secar o Ocelots FA contra Santos Tsunami e Corinthians. Neste cenário, haveria empate triplo entre três equipes, com três vitórias cada, e a definição da vaga iria para o saldo de pontos, conforme o regulamento da competição.

O primeiro colocado de cada chave se classifica diretamente para as semifinais. As equipes que ficarem em segundo e terceiro lugares disputam a vaga restante dentro do próprio grupo, no chamado Wild Card. As semifinais estão previstas para o mês de julho. Além de Cane Cutters e Corinthians, o Grupo B ainda tem Santos Tsunami, Rio Preto Weilers, Mooca Destroyers e Spartans Football. “As chances são pequenas, mas temos que acreditar”, afirmou o running back Renan Righetto.

JOGO

A partida de domingo foi recheada de reviravoltas, com a vitória definida a favor do Corinthians Steamrollers no último lance da partida, em um field goal convertido pelo kicker Emerson Martins. O time da capital abriu 13×0 no primeiro quarto, mas os Cane Cutters acordaram e mostraram poder de reação, virando o placar para 16×13 ainda no primeiro tempo. Na etapa final, a vantagem foi alternada e acabou favorável aos corintianos. A atuação da arbitragem foi bastante contestada pelos piracicabanos.

Voltar