fbpx
Opinião

Em busca de melhores dias

O XV de Piracicaba vem fazendo uma campanha espetacular na Copa Paulista. É líder (em aproveitamento) não somente de seu grupo, mas da competição no geral. São 16 pontos em sete partidas disputadas, o que dá um excelente aproveitamento de 76,2%, ou seja, só perdeu cinco pontos dos 21 possíveis. Para se ter uma ideia da força da campanha, é só notar que, na tabela de classificação, o time que mais se aproxima dessa marca é a Ferroviária. O time de Araraquara tem dois pontos e um jogo a mais (75% de aproveitamento), porém, com uma partida a mais.

O Alvinegro tem cinco vitórias, um empate e uma derrota, e foi crescendo na competição. Perdeu em seu terceiro jogo (2×0 para o Mirassol), depois engatou quatro vitórias seguidas: 3×2 no Velo Clube; 1×0 na Ferroviária (líder), em Araraquara; 1×0 no Linense; e a humilhante goleada na Penapolense, 5×0, mesmo jogando em Penápolis.

Toda essa trajetória tem muito a ver com a chegada do técnico Evaristo Piza. O comandante foi ‘cornetado’ por muitos quando chegou, mas mostrou personalidade, ‘ganhou’ o grupo com o seu trabalho e conseguiu dar uma ‘cara’ ao XV de Novembro. Hoje, todos acreditam que a sua escolha foi a correta e acreditam no bicampeonato da competição.

Se o Alvinegro vai ganhar a Copa Paulista ninguém sabe, claro. Mas o que devemos ter em mente é que não podemos criar ilusões com a competição, que é fraquíssima tecnicamente. Se a diretoria quinzista achar que esse grupo, caso seja campeão, será uma base para a Série A2 do Campeonato Paulista, o time não irá a lugar nenhum em 2018. A Série D do Campeonato Brasileiro, assim como a própria A2, é muito mais disputada e temos o exemplo deste ano, quando a equipe nem passou da fase inicial. Com planejamento, muita análise de jogadores, e finanças em dia, o XV de Piracicaba poderá ter êxitos em 2018.

Por sorte, o Nhô Quim conseguiu melhorar seu ano com a classificação antecipada à segunda etapa da Copa Paulista e uma perspectiva de luta pelo título novamente. Isso apaga o vexame na Série D. Porém, não se deve parar por aí, pois todos sabemos que a meta alvinegra é a elite paulista e, pelo menos, a Série B do Nacional. Aí sim, o XV estará em seus melhores dias.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar