fbpx
Opinião

Eliminado ou classificado?

Dependendo de como o torcedor são-paulino está vendo o copo, é possível dizer que o Tricolor ainda tem reais chances de conquistar um campeonato nesta temporada. A Copa Libertadores, lamento dizer, não está hoje no nível do São Paulo. A campanha pífia deste ano, ou pior, dos últimos anos, mostra que o time paulista vem sendo um mero coadjuvante no principal torneio de nosso continente. Uma sombra daquele clube que conquistou três vezes a ‘Glória Eterna’ entre as décadas de 1990 e 2000.

Assim, a eliminação de ontem (30) para o River Plate, na derrota por 2×1, na Argentina, por incrível que pareça, pode ser comemorada pelo torcedor, que tem consciência de que a Copa Sul-Americana é a única realidade plausível na atualidade. Na última rodada da fase de grupos da Libertadores, somente um empate em casa diante do fraco Binacional classifica o São Paulo para a Sul-Americana. Aliás, coincidentemente, essa competição foi responsável pela última taça que o São Paulo levantou, em 2012, quando bateu o Tigre-ARG, na grande final. Depois, nada mais.

Se pensar assim, o copo está meio cheio para o aficionado tricolor. Conquistar um torneio, mesmo que sendo de segunda linha, já seria um recomeço para o clube. Entretanto, o título não pode ser considerado ‘favas contadas’, pois a ‘Sula’ deste ano conta com equipes conhecidas e tradicionais, como Vasco da Gama, Bahia, Independiente-ARG, Lanús-ARG, Veléz Sarsfield-ARG, Millionarios-COL e Deportivo Cali-COL, entre outros.

Mas é o que o São Paulo tem para hoje. Até o Campeonato Brasileiro, competição em que o Tricolor faz boa campanha, com o terceiro lugar na classificação, não é motivo de esperança nem para o mais fanático torcedor. Agora é juntar os cacos da campanha vexatória na Libertadores, e focar na Sul-Americana. Não é muita coisa, mas seria um alento para o combalido torcedor do Tricolor Paulista.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar