fbpx

Líder Esportes

Jiu-Jitsu

Dupla supera dificuldades e conquista Brasileiro

Felipe e Rafael Borges são campeões nacionais da modalidade em Barueri

Rafael Borges, atleta de jiu-jitsu de Piracicaba - Projeto Generoso BJJ
Rafael Borges, campeão brasileiro de jiu-jitsu: 'Estou muito feliz com o resultado' (Foto: Arquivo/E-Photo)

Os irmãos Rafael e Felipe Borges conquistaram no último fim de semana, em Barueri, o título do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu. Rafael entrou no tatame sábado (28) pela categoria infanto-juvenil A, faixa verde (-65 kg), e venceu a competição organizada pela CBJJ (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu). No domingo (29), foi a vez de Felipe mostrar serviço na categoria infantil B, faixa laranja (-48 kg). A dupla piracicabana é treinada pelo professor André Cavalcante.

Em 2018, Felipe e Rafael participaram de seis competições e medalharam em todas. O histórico positivo vem desde o ano passado, quando os irmãos venceram o Circuito Paulista de Jiu-Jitsu, competição organizada pela FPJJ (Federação Paulista de Jiu-Jitsu). Felipe fechou 2017 como líder do ranking estadual na categoria infantil B meio-pesado (faixa amarela), enquanto Rafael obteve no tatame o primeiro posto no ranking da categoria infantil A pesadíssimo (laranja).

O título nacional conseguido no último fim de semana em Barueri, porém, teve sabor especial para os dois atletas de Piracicaba. “Estou muito feliz. A estratégia deu certo e tenho apenas que agradecer as pessoas que me ajudaram a chegar aqui, minha equipe (GF Team), minha família e meus patrocinadores. É uma conquista muito especial”, disse Rafael. Responsável pela carreira da dupla, Iria Borges, que é mãe dos irmãos, contou a dificuldade que ambos atravessaram antes de viajar a Barueri.

“Fiquei preocupada, pensando em como iria ‘arrumar’ grana para eles participarem, ainda mais sendo dois dias de competição. Vi a dedicação nos treinos, tendo que perder peso, com a alimentação super restrita, e eu não poderia deixar eles verem a minha aflição”, contou. “Se fosse fácil, muitos não desistiriam. Nós não vamos desistir, faremos o possível e o impossível para que eles continuem competindo”, afirmou Iria.

Voltar