fbpx

Líder Esportes

Ginástica Artística

Diogo Soares garante 5 medalhas na Gymnasiade

Atleta piracicabano é o destaque na principal competição escolar do planeta

Diogo Soares, ginasta da academia Pira Olímpica
Diogo Soares brilha em competição realizada na cidade de Marrakesh, no Marrocos (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)

A viagem cansativa, o fuso horário e os dois dias sem treinar antes de competir não foram suficientes para impedir a ginástica artística piracicabana de marcar presença cinco vezes no pódio da Gymnasiade 2018, maior competição escolar do mundo. O evento aconteceu em Marrakesh, no Marrocos. Em solo africano, brilhou a estrela do ginasta Diogo Soares. Ele conquistou três medalhas de ouro (individual geral, salto e paralela) e duas de prata, uma na disputa por equipes com a seleção brasileira e a outra no aparelho cavalo.

O técnico Daniel Biscalchin, que também comandou a equipe nacional durante o mundial escolar, não escondeu a satisfação com os resultados. “Essa competição foi muito importante para nós por vários aspectos. Foi a primeira do ano, serviu para nos avaliar e o que precisamos melhorar, além de testar novos elementos nas séries e ver como o Diogo reagiria na hora. Ele foi muito bem, fiquei contente”, explicou o treinador da academia Pira Olímpíca.

Com a participação de 58 países na Gymnasiade, competição mundial escolar que reúne atletas entre 15 e 18 anos, o Brasil ficou em terceiro lugar no quadro geral de medalhas. Ao todo, a seleção brasileira conquistou 86 medalhas, em nove modalidades. A Gymnasiade é organizada a cada três anos pela Federação Internacional do Desporto Escolar, em parceria com federações e confederações nacionais. Em 2013, Brasília foi sede do evento.

PROGRAMAÇÃO

Já de volta ao Brasil, o atleta e o técnico se preparam para o Campeonato Pan-Americano Juvenil, que acontece entre os dias 10 e 15 de junho em Buenos Aires, na Argentina. “Disputar o Pan-Americano será muito importante para nós, porque é a seletiva para os Jogos Olímpicos da Juventude, nosso principal e maior objetivo neste ano”, disse Daniel Biscalchin.

Voltar