fbpx
Ginástica Artística

Diogo representa país na Olimpíada da Juventude

Atleta piracicabano embarca ao lado do técnico Daniel Biscalchin para Argentina

Diogo Brajão Soares, atleta da equipe de ginástica artística de Piracicaba
O piracicabano Diogo Soares é uma das promessas da ginástica artística brasileira (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)

Em busca de um sonho. É com esse sentimento que o ginasta piracicabano Diogo Soares e o técnico Daniel Biscalchin embarcam para representar a seleção brasileira masculina de ginástica artística na Olimpíada da Juventude, que acontece entre os dias 6 e 18 de outubro, em Buenos Aires. O atleta da academia Pira Olímpica garantiu a vaga no Pan-Americano Juvenil, em junho, também na Argentina. Ele e o treinador viajam nesta sexta-feira (28) para a concentração no Rio de Janeiro e, no dia 2, pegam o voo para os Jogos.

Em fase de preparação, o atleta competiu no último fim de semana em Cottbus, na Alemanha. Diogo participou do International Eg Wohnen Juniorstrophy e conquistou a medalha de ouro na categoria individual geral. O técnico avaliou como positivo o período preparatório. “Essa competição na Alemanha foi muito importante para testarmos alguns elementos e séries. Fiquei muito satisfeito com o resultado e, sem dúvidas, foi excelente para a nossa preparação”, destacou Biscalchin.

Diogo acumula uma série de conquistas na atual temporada e, apesar de estar acostumado às competições internacionais, diz que o ‘frio na barriga’ para participar de uma Olimpíada da Juventude é sentido de forma diferente. Afinal, o evento em Buenos Aires é o maior objetivo do ano.  “Sei das possibilidades e para ser sincero, são bem difíceis. Mas, o foco é tentar fazer o que foi proposto. Competir bem e sem falhas significativas podem nos garantir um bom resultado”, disse o treinador.

“Essa será uma competição completamente diferente, principalmente por ser algo que sonhávamos há alguns anos. Vamos fazer de tudo para segurar a ansiedade e o nervosismo”, completou Biscalchin. Em 2018, Diogo já conquistou cinco medalhas na Gymnasiade, maior competição escolar do mundo que aconteceu em maio, no Marrocos. No Pan, o ginasta ficou com o vice-campeonato na categoria individual geral, além de faturar duas medalhas de ouro (salto sobre a mesa e barra fixa), três de prata (equipe, solo e individual geral) e um bronze (paralelas).

Voltar