fbpx
Futebol

De volta para ‘casa’, Samuel quer acesso pelo XV

Identificado com o clube, lateral-esquerdo foi campeão da Copa Paulista 2016

Samuel volta ao XV com o objetivo de conquistar o acesso para a elite do futebol paulista (Foto: Divulgação)

De volta para casa. Foi assim que o lateral-esquerdo Samuel Balbino definiu o sentimento ao iniciar a terceira passagem pelo XV de Piracicaba. Apresentado oficialmente em entrevista coletiva online, na última sexta-feira (31), o jogador, que é noivo de uma piracicabana e fixou residência na cidade há dois anos, retorna ao Nhô Quim para a sequência da Série A2. Campeão da Copa Paulista, em 2016, Samuel quer recolocar o Alvinegro na elite do futebol estadual.

“Fui muito feliz na minha primeira passagem pelo XV, mas isso já passou. O objetivo agora é ajudar na busca pelo acesso. Estou muito feliz e motivado com o retorno, me sinto em casa. Moro em Piracicaba e tenho um carinho muito grande pelas pessoas que aqui trabalham, pelo clube, então espero não decepcionar”, falou o atleta, que defendia o São Luiz-RS antes da paralisação em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), em março.

Mais experiente, o lateral-esquerdo comentou sobre as condições físicas visando a retomada do Paulista. “É difícil um jogador voltar bem depois de quatro meses parado. Claro que eu treinei durante esse período. Minha noiva é preparadora física e eu treinava pelo menos uma vez por dia, mas não chega à intensidade de um treino no clube. Vou me esforçar ao máximo para entrar em forma o mais rápido possível. A expectativa e a confiança são grandes”, contou o jogador de 25 anos.

O Alvinegro ocupa atualmente a quinta colocação da Série A2, com 19 pontos ganhos, restando três rodadas para o término da primeira fase. “Venho para ajudar. Eu vejo muita qualidade no grupo. Acho que por isso a diretoria manteve a base e, portanto, o XV sai na frente nesta retomada. Porém, temos que tirar isso do papel. Não vai adiantar nada esse esforço todo da diretoria se não fizermos as coisas acontecerem (em campo). Estamos trabalhando duro para tudo dê certo”, concluiu.

Voltar