fbpx
Voleibol

De virada, Apiv vence amistoso com São Caetano

Time feminino de Piracicaba derrota rival que disputa a Superliga por 3 sets a 1

Apiv voleibol feminino de Piracicaba
O objetivo da Apiv na temporada é vencer todas as competições que disputar (Foto: Adilson Zavarize)

De virada e com autoridade, a Apiv/Amhpla/Unimep/Selam (Associação Piracicabana de Voleibol) venceu na noite desta sexta-feira (1º) a equipe do São Caetano/São Cristóvão Saúde por 3 sets 1, em amistoso disputado no Ginásio da AFPMP (Associação dos Funcionários Públicos Municipais de Piracicaba). Foi a quarta partida disputada pela equipe feminina na pré-temporada e a quarta vitória do time comandado pelo técnico Zeca, com parciais de 19/25, 25/21, 25/23 e 18/16 – o último set, mais curto, foi acordado entre as duas agremiações.

Na fase de preparação, a Apiv, que vai disputar pela primeira vez na história a Série B da Superliga, derrotou o time juvenil de São Caetano, a equipe masculina da AABB Limeira e ainda bateu a seleção de Camarões, que se prepara para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O elenco dirigido por Zeca tem ainda mais dois compromissos marcados na agenda, entre os dias 11 e 14 de julho, contra o Renata Valinhos. “Dá muito moral vencer jogos assim. Nosso time está entrosando, eu particularmente venho de duas lesões com cirurgia, ligamento LCA… É uma oportunidade muito grande para nós disputar amistosos contra equipes de alto nível”, disse a ponteira Etieny.

CONFIANÇA

A equipe piracicabana estabeleceu quatro metas para a temporada: vencer Campeonato Paulista, Jogos Regionais, Jogos Abertos do Interior e ainda conquistar o acesso para a Superliga A. De acordo com a central Solange, a sequência de vitórias e o clima no elenco podem levar a Apiv aos objetivos traçados pela comissão técnica. “Ganhar dá muita confiança, ainda mais porque estamos com um padrão de jogo novo. Ainda temos algumas dificuldades para encaixar, mas estamos aos poucos assimilando o trabalho. O time está muito unido”, afirmou a atleta.

Perguntada sobre o limite da equipe, a central elogiou o trabalho do técnico Zeca e deixou claro a ambição do grupo para 2016. “Nós acreditamos muito no que diz o Zeca e conversamos no vestiário que a independente do time que está do outro lado, nós não podemos deixar a camisa pesar. São Caetano joga a Superliga A, tem meninas com mais experiência. Vencer foi ótimo para ver que nosso sistema está funcionando. Dá muita confiança e ritmo para começar o campeonato”, disse. “O objetivo tem mesmo que ser de ganhar tudo. Quem é que entra para perder?”, completou Solange.

Voltar