fbpx

Líder Esportes

Opinião

De boa

*Capa: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Ao término do primeiro turno da fase de grupos da Copa Libertadores, os times paulistas estão ‘de boa’ na competição. Corinthians, Palmeiras e Santos lideram seus grupos. Os dois primeiros têm sete pontos e o Peixe soma seis. O trio dá ótimas perspectivas aos seus torcedores em termos de classificação para a fase mata-mata do torneio sul-americano.

O Santos, depois de perder na estreia para o Real Garcilaso-PER, derrotou o Nacional-URU e o Estudiantes-ARG, e está na ponta do Grupo 6. Embora seja um grupo equilibrado, a vantagem alvinegra é que terá, no returno, duas partidas em seus domínios, diante do Estudiantes e do Real Garcilaso. Se fizer a lição de casa, se garante com sobras.

O Palmeiras, ao contrário do Santos, terá duas partidas longe do Allianz Parque. A começar pelo Boca Juniors-ARG, na próxima quarta-feira, em Buenos Aires. Um empate será bem-vindo. Depois sai novamente para pegar o Alianza Lima, no Peru, e encerra sua participação nesta fase diante do Junior Barranquilla, na Colômbia. Com mais três pontos, assegura vaga.

Já o Corinthians, depois de vencer o Independiente por 1×0, na Argentina, me parece o mais tranquilo dos três. Agora, pegará o mesmo time argentino em Itaquera; depois recebe o Millonarios-COL, e na última rodada enfrenta o fraco Deportivo Lara, na Venezuela. Com mais uma vitória em três jogos, também se classifica à fase de mata-mata da competição.

Perto do primeiro objetivo na Libertadores, o trio paulista deveria pensar também em somar o máximo possível de pontos para sempre decidir em casa nas fases eliminatórias. A Liberta é um torneio perigoso e todo o cuidado é pouco. Por isso, fazer a segunda partida ao lado da torcida é uma boa vantagem. Ainda mais por que terão também de dividir suas atenções com o Brasileirão e com a Copa do Brasil, torneio que Santos, Palmeiras e Corinthians entrarão a partir das oitavas de final.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar