fbpx
Futebol Americano

Cutters luta, mas Flu vence na imposição física

Time piracicabano sofre com lesões e vê americano brilhar com bela atuação

Piracicaba Cane Cutters x Fluminense
Após estrear com derrota, os Cutters recebem a visita dos Vipers (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Abusando do jogo terrestre e da imposição física, o Fluminense derrotou os Cane Cutters no último sábado (12), em Saltinho, no jogo que marcou a estreia do time piracicabano na Liga Nacional de Futebol Americano. O placar elástico de 28×0, porém, não reflete o equilíbrio que marcou o embate entre as duas equipes, sólidas no sistema defensivo e com dificuldades para conectar os lances de ataque. O running back americano Yolandus Pratt, do Fluminense, foi o destaque do confronto, com três touchdowns.

O time carioca abriu o placar logo no início do jogo, mas a defesa dos Cutters soube se organizar para segurar o ataque tricolor, o que manteve o marcador em 6×0 após a conclusão dos dois primeiros quartos. No segundo tempo, a equipe piracicabana não avançou o suficiente para empatar, e acabou cedendo mais três touchdowns, um nos minutos finais do terceiro período e dois no último quarto. Para complicar ainda mais a vida do Cane Cutters, cinco jogadores da defesa deixaram o campo lesionados. “Foi um jogo equilibrado, apesar do placar elástico. O Fluminense explorou bem o Pratt”, comentou o cornerback Julio Libardi.

Piracicaba Cane Cutters x Fluminense

As lesões prejudicaram a defesa do time piracicabano contra o Flu (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

“Ele (Pratt) jogou bem, mas a verdade é que tivemos uma desatenção e eles fizeram um touchdown logo de cara, o que mudou a configuração da partida. Nosso time de especialistas não funcionou. O jogo corrido funcionou em parte do jogo, mas o jogo aéreo foi fraco, precisamos treinar muito isso. A defesa durante praticamente três quartos do jogo conseguiu segurar o ataque adversário. Além disso, sofremos com lesões. Mas há muito que melhorar, termos consciência que precisamos treinar bem para que o reflexo seja mais favorável nos jogos”, analisou o head coach Marco Bucci.

Na sequência da temporada, o Piracicaba Cane Cutters busca a reabilitação contra o Sorocaba Vipers, novamente em casa. O jogo está agendado para o dia 26 de agosto e será marcado pela rivalidade entre as duas equipes, que só aumentou nesta temporada. Na primeira rodada da Liga Nacional, os Cutters enfrentaram um contratempo: devido às irregularidades no campo do Centro Esportivo do Jardim Simus, o jogo contra os Vipers foi suspenso pela arbitragem.

Responsável pelo gramado, que apresentou tamanho inferior ao mínimo exigido pela organização, a equipe sorocabana deveria ser punida e o placar final será registrado, conforme regulamento, em 49×0 para os piracicabanos. Porém, atendendo ao pedido da Liga Nacional, os Cane Cutters aceitaram abrir mão do WO para tentar ganhar os pontos em campo. O jogo teve mando invertido, com as despesas arcadas pelos Vipers. Na primeira fase, a equipe da Noiva da Colina encara ainda Mooca e Falcons.

Piracicaba Cane Cutters x Fluminense

Yolandus Pratt foi o principal nome do jogo com três touchdowns (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Voltar