fbpx
Futebol

Cristóvão Colombo estimula futebol de veteranos

Clube promove competições para 'jogadores experientes' em cinco categorias

Schmidt e Lazinho, responsáveis pelo departamento de futebol do Clube Cristóvão Colombo
Schmidt e Lazinho são responsáveis pelo departamento de futebol do Cristóvão Colombo (Foto: Líder Esportes)

A cena é quase um ritual. Aos sábados, por volta de 15h30, quem andar pela passarela de entrada do Centro Cultural e Recreativo Cristóvão Colombo provavelmente encontrará algum ‘veterano’ calçando chuteiras ou com a mochila nos ombros, em direção aos campos de futebol do clube. Não é raro que cinco ou seis times, com jogadores acima dos 50 anos de idade, sejam formados para ‘brincar de bola’, como eles mesmos gostam de dizer. Mas, nem sempre é brincadeira: quando vale taça, ninguém entra para perder.

Em março, o clube colombino deu início às competições internas de futebol social, destinadas aos atletas mais ‘experientes’. São cinco categorias: +35, +40, +45, +50 e +55. Atualmente, estão em andamento os campeonatos Sênior (+40), com 150 jogadores divididos em dez equipes, e Cinquentão (+50), que reúne 112 ‘boleiros’ espalhados por oito times. As partidas acontecem nos nove campos do Cristóvão Colombo. De acordo com o coordenador de futebol, Lazinho Francisco Guimarães Júnior, 59, o torneio é acirrado.

“É um campeonato gostoso e competitivo, que existe há pelo menos 20 anos, uma tradição do clube. Jogam seis na linha e um no gol. Começamos agora, em março. As competições estão na segunda rodada e terminam no início de junho”, afirmou Lazinho. As inscrições são individuais e podem participar do certame apenas os associados. A definição das equipes é feita por sorteio, com os jogadores separados de acordo com o nível técnico, o que garante o equilíbrio da disputa.

Schmidt e Lazinho, responsáveis pelo departamento de futebol do Clube Cristóvão Colombo

As competições realizadas no CCRCC estão em andamento em duas categorias (Foto: Líder Esportes)

Para Celso Roberto Camargo, 65, mais conhecido como Schmidt, os campeonatos com divisão por faixa etária servem como motivação para os veteranos. “É um incentivo às pessoas com idade mais avançada para continuarem jogando. Muita gente não consegue mais acompanhar o ritmo do campeonato livre, que não possui limite de idade. Além disso, é uma atividade nivelada pois dividimos por faixa. O pessoal acima dos 55 anos, por exemplo, tem mais vontade de ganhar do que muitos moleques de 16 anos”, disse o adjunto de futebol do clube.

“Na verdade, é um estímulo para que as pessoas saíam de casa e não fiquem apenas com a televisão ligada. Além de uma atividade física, o futebol é o que eles gostam de fazer, gostam de jogar bola. O pessoal dessa idade gosta muito de jogar futebol”, contou Schmidt, que garante já ter sido campeão no CCRCC. “O primeiro campeonato aqui no clube eu joguei no time do Panela e fomos campeões”, contou. Quando? “Ah, rapaz, faz muito tempo (risos)”, finalizou o adjunto.

Voltar