fbpx
Ginástica Rítmica

Corpo Livre inicia ano com adaptações e novas modalidades

Tradicional academia de ginástica já prepara Troféu Corpo Livre e espetáculo para 2021

Troféu Corpo Livre 2021 - Ginástica Rítmica
O Troféu Corpo Livre 2021 terá três modalidades e deve ser realizado no início do segundo semestre

*Fotos: Nanah D’Luize Studio

“Corpo são, mente sã”. A frase do poeta e retórico romano Juvenal é também o lema adotado pela Academia Corpo Livre para começar o ano. A pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19) forçou a paralisação do esporte em março de 2020. De lá para cá, as atividades foram adaptadas para retomada. Com as aulas presenciais em vigor desde setembro, respeitando os protocolos de segurança e as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), a Academia Corpo Livre iniciou a nova temporada com duas novidades: aulas de yoga e tecido acrobático, coordenadas pelas professoras Laura Tostes e Midori Domingues, respectivamente.

“Estamos felizes por termos passado por mudanças significativas na história da academia. É uma fase nova, com liberdade e alegria para trabalhar com o que mais amamos, a ginástica. A tradição do nosso trabalho, sonhado e construído pelos meus pais (Hélio e Neusa Sacconi), está sendo eternizada pelas mudanças e inovações necessárias, para que possamos permanecer livres aqui por muito tempo, mas principalmente saudáveis no corpo e na mente, sem restrições ou rótulos que impeçam o aprendizado de qualquer exercício que promova o domínio do corpo”, falou Cibeli Sacconi, diretora da Corpo Livre.

Cibeli é responsável pelas aulas de ginástica artística e acrobática, nas quais é auxiliada por Laura Tostes, e também de ginástica rítmica, ao lado da auxiliar Nayadi Gabrieli. Apesar do espaço amplo e aberto que a academia oferece, as atividades têm número restrito de ginastas. “É uma fase de renovação do nosso espaço e das modalidades. Todos os protocolos e cuidados exigidos nos decretos estão sendo rigorosamente seguidos. Estamos com o número restrito de ginastas por turma, no máximo dez ginastas. Apesar do espaço e instalações que nos permitem um maior número de alunos por turma, esperaremos o avanço das fases e os novos protocolos e recomendações da OMS”, afirmou.

Troféu Corpo Livre 2021 - Ginástica Rítmica

Aulas presenciais estão em vigor desde setembro, respeitando os protocolos e as recomendações da OMS

TRADIÇÕES

Apesar das dificuldades impostas pela pandemia, a Corpo Livre manteve em 2020 a tradição de apresentar o seu espetáculo, que foi gravado na própria academia e teve como tema ‘Ode ao Circo’, transmitido pelo YouTube. O também tradicional Troféu Corpo Livre foi presencial, com apresentações agendadas, mas sem público e premiação no local. “Fizemos uma divisão bem cuidadosa das ginastas por categorias e trouxemos arbitragem credenciada para a competição, o que nos deu referências importantes das notas de execução técnica e artística. Isso nos ajuda muito no aperfeiçoamento do conteúdo da programação de cada turma nas modalidades de ginástica acrobática, artística e rítmica”, avaliou Cibeli, que já faz planos para a próxima edição do evento.

“Estamos tentando nos adaptar com muita calma às mudanças diárias que vêm acontecendo na cidade, no país e no mundo. A ideia para o primeiro semestre é seguir com o conteúdo técnico das modalidades para concluirmos com o Troféu Corpo Livre 2021. Fizemos uma parceria com a Assedec (Associação Educacional, Esportiva e Cultural) Santo André, da professora Claudia Garcia, e com a Sociedade Esportiva Palmeiras, com a professora Jéssica Prado. O objetivo é aperfeiçoar o regulamento em todas as modalidades envolvidas. Nosso espetáculo, que segue a linha artística das ginásticas no palco, tem previsão para o segundo semestre”, completou Cibeli.

Voltar