fbpx

Líder Esportes

Ginástica Rítmica

Corpo Livre apresenta metodologia para modalidades

Academia especializada em ginástica agora também oferece tecido acrobático e yoga

Academia Corpo Livre - Ginásticas
Os cuidados foram redobrados na Academia Corpo Livre devido à pandemia da Covid-19

*Fotos: Nanah D’Luize Studio

Com as atividades adaptadas em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), a Academia Corpo Livre iniciou 2021 com as aulas presenciais, respeitando os protocolos de segurança e as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde). A regressão de todo o Estado para a fase vermelha no Plano São Paulo intensificou os cuidados no local, que incluem o horário de entrada e saída, higienização, uso obrigatório de máscaras e limitação de espaço. Os alunos devem trazer água da própria casa e evitar o uso dos vestiários.

“Com o retorno às aulas presenciais e o número reduzido de ginastas por turma, optamos por diversificar o conteúdo das nossas aulas nas turmas convencionais e especificar nos grupos de treinamento”, relatou Cibeli Sacconi, diretora da Corpo Livre. A proposta com as turmas convencionais, segundo Cibeli, é apresentar os conceitos de iniciação técnica e fundamentos das ginásticas artística, rítmica e acrobática de forma programada e segura.

‘O rendimento também é fruto do perfil motor e cognitivo de cada ginasta, que é processual e único’, disse Cibeli

“Na ginástica artística, são propostos exercícios e fundamentos nos aparelhos: solo, trave de equilíbrio e salto, além do trampolim acrobático (cama elástica). Os exercícios são realizados de forma individual, com introdução às séries livres ou obrigatórias, em cada um dos aparelhos. Na ginástica rítmica, a proposta é direcionada ao domínio dos manejos básicos dos aparelhos: bola, corda, arco, fita e maças, além dos exercícios fundamentais de ‘mãos livres’. As atividades são praticadas no solo, individualmente ou em conjunto, e têm como características giros, saltos, passos de dança, exercícios de flexibilidade e de equilíbrio, além de acrobacias específicas”, falou.

De acordo com a diretora, a ginástica acrobática inclui as séries conjugadas, que são praticadas no solo e executadas em duplas, trios ou grupos, com pirâmides e lançamentos, além dos movimentos que são feitos individualmente e em paralelo com o par ou o grupo, enfatizando a sincronia. “Esses exercícios individuais são de equilíbrio, flexibilidade e compostos em uma coreografia com tema musical”, complementou Cibeli.

Nas turmas de treinamento, as práticas são programadas para o aperfeiçoamento dos elementos e exercícios. O nível técnico é gradativamente alcançado e o rendimento se dá pelo conteúdo exclusivo de cada uma das modalidade das ginásticas. “A aprendizagem se alcança através da repetição e da correção. O rendimento também é fruto do perfil motor e cognitivo de cada ginasta, que é processual e único. Nosso maior objetivo é permear esse desenvolvimento de forma segura e motivadora para as ginastas, para que elas consigam dominar os movimentos e as emoções, promovendo saúde para o corpo e para a mente”, disse a diretora.

Academia Corpo Livre - Ginásticas

A Academia Corpo Livre é o ‘berço’ da ginástica na cidade de Piracicaba: tradição da família Sacconi

MODALIDADES

Em 2021, a Corpo Livre passou a contar com aulas de yoga e tecido acrobático, coordenadas pelas professoras Laura Tostes e Midori Domingues, respectivamente. “O tecido acrobático é mais que uma atividade física. É uma prática milenar, originalmente praticada nos espetáculos circenses. É ideal para todos os biotipos e idades. Na Corpo Livre, trabalhamos com crianças, adolescentes e adultos que estejam dispostos a passar um tempo treinando sem perceber que estão treinando”, afirmou Midori. “Os benefícios são diversos. Além de melhorar capacidades físicas, trabalhamos fatores psicológicos”.

A yoga, que significa união, também é uma prática milenar que surgiu na Índia e oferece benefícios físicos e mentais. Nas aulas, são abordados aspectos relacionados à meditação (dhiana), respiração (pranayamas) e posturas físicas (ásanas). “Na Corpo Livre, o intuito é permitir que os adultos possam ter acesso à essa prática tão específica, com o objetivo de diminuir os níveis de estresse e ansiedade, melhorar força, equilíbrio e flexibilidade, além de ter uma respiração mais consciente, o que permite um momento para o autocuidado e autoconhecimento”, finalizou Laura.

Voltar