fbpx
Ciclismo

Comprometido, grupo busca título nacional

Equipe liderada pelo experiente Marcos Novello participa do Brasileiro

Marcos Novello, ciclista da equipe Green Piracicaba
O ciclista Marcos Novello, em treino realizado na última semana (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

A Green Piracicaba disputa nesta semana a última competição nacional da temporada 2017: trata-se do Campeonato Brasileiro de Pista, de 27 de novembro a 3 de dezembro, em Indaiatuba. A competição, que teria como palco o Rio de Janeiro, foi transferida devido ao incêndio ocorrido no Velódromo Olímpico, e reúne as provas de 4×4000 (perseguição por equipes), velocidade olímpica (três atletas), madison (duplas) e omniun (quatro disputas em um dia). As provas de scratch e contrarrelógio, que integram o calendário mundial mas não estão inseridas nos Jogos Olímpicos, completam a programação.

O grupo comandado por Marcos Novello planeja participar de todas as provas do torneio, mas tem o foco voltado para as provas olímpicas. “O Campeonato Brasileiro é sempre muito disputado pelo que está em jogo, pois é uma competição que concede o Bolsa Atleta. A nossa expectativa é fazer boas provas. Vamos com a mesma garra do ano passado. Particularmente, 2017 foi o ano em que menos competi. Estou muito motivado para buscar uma medalha de ouro, apesar dos 41 anos de idade”, disse Novello, que sabe da possibilidade de disputar seu último Nacional.

O grupo piracicabano, comandado por Marcos Novello, planeja participar de todas as provas do torneio nacional

“Estou nesse processo de transição ainda (para treinador). Gosto muito de ciclismo e acredito que o momento certo para eu parar com a bicicleta será quando eu não der mais resultados. Mas, claro, já pensei que pode ser meu último Brasileiro, até pelas circunstâncias de estar dirigindo uma equipe, o que toma um tempo grande e me atrapalha nos treinamentos. É uma fase interessante, de cobrança pessoal. A hora vai chegar e vou estar preparado”, afirmou. Perguntado sobre a temporada da equipe, Novello destacou a superação do grupo.

“Fomos surpreendidos no início do ano com a mudança da lei do Marco Regulatório, ficamos sem repasses de verba e alguns patrocinadores também saíram. Assim, os atletas tiveram de buscar uma segunda opção, a maioria deixou de se dedicar apenas ao ciclismo por conta de outros trabalhos. Isso automaticamente trouxe uma perda de rendimento, além da redução no número de provas que participamos. Apesar disso, tivemos resultados expressivos. Para 2018, estamos otimistas”, garantiu.

MOTIVAÇÃO

Em relação à motivação que a equipe Green Piracicaba levará para Indaiatuba, onde o velódromo é aberto e não possui sistema de iluminação, Novello enalteceu o comprometimento dos atletas. “É difícil essa questão de estar motivado, mas os meninos são bastante profissionais e competentes, eles compreenderam bem o que havia acontecido (em relação ao Marco Regulatório) e cada um de sua forma encontrou um jeito de se manter ativo e com vontade de pedalar. Garra não vai faltar”, finalizou.

Voltar