fbpx
Futebol

Com um jogador a mais, XV perde para São Bento em jogo tumultuado

Mesmo com a expulsão de Diogo Oliveira aos 8min do primeiro tempo, Alvinegro é incapaz de criar e perde em Sorocaba

*Capa: Ruben Fontes Neto/XV de Piracicaba

Em uma partida tumultuada, com expulsões e confusões, o XV de Piracicaba perdeu por 1×0 para o São Bento, neste sábado (26), no Estádio Municipal Walter Ribeiro, no primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Paulista da Série A2. O Nhô Quim jogou com um homem a mais desde os 8min do primeiro tempo, após expulsão direta do meia Diogo Oliveira. O gol do São Bento foi marcado por Cristiano, no fim do primeiro tempo, em cobrança de falta. O duelo de volta será na próxima terça-feira (29), às 21h, no Barão da Serra Negra. Para avançar, o Alvinegro precisa vencer por dois gols de diferença. Vitória por um gol de vantagem leva a decisão para os pênaltis.

ESCALAÇÃO

O técnico Roberto Cavalo foi obrigado a trocar a dupla de zagueiros titulares para o compromisso em Sorocaba: Ian Carlo e Sandoval entraram nas vagas de Luan Bueno e Robson, que foram vetados pelo departamento médico. Assim, o XV entrou em campo com Paulo Vitor; Weriton, Ian Carlo, Sandoval e Kaike; Adenilson, Felipe Tontini e Ferreira; Paraíba, Lúcio Flávio e Diego Rosa. No intervalo, o treinador tirou Weriton, Diego Rosa e Adenilson, e colocou Edvan, Franklin e Lucas Silva. Aos 5min da etapa complementar, Ian Carlo saiu lesionado para a entrada de Daniel Pereira, que estreou com a camisa alvinegra. Aos 30min, na última mudança, Michel substituiu Paraíba.

RESUMO

A partida começou movimentada em Sorocaba. Os donos da casa tentavam chegar por meio da bola parada e o XV explorava os contra-ataques. Aos 7min, o Nhô Quim recuperou a bola no meio de campo, Felipe Tontini saiu em velocidade e colocou Paraíba na cara do gol. O meia tentou se livrar da marcação, mas perdeu o equilíbrio na hora da finalização, facilitando a defesa de Zé Carlos. No minuto seguinte, aos 8min, Diogo Oliveira fez falta dura sobre Ferreira e o árbitro Matheus Delgado expulsou o camisa 10 do São Bento. O lance foi revisado e confirmado pelo VAR. O XV cresceu e, aos 15min, Paraíba tocou para Kaike, que invadiu a área e chutou com perigo por cima do gol.

Depois de uma reclamação de pênalti de Ian Carlo sobre Cristiano, aos 24min, o clima da partida esquentou. O treinador do São Bento, Paulo Roberto Santos, se revoltou, invadiu o campo e tentou agredir o trio de arbitragem, e também recebeu o cartão vermelho. A Polícia Militar precisou intervir até a situação se acalmar para a retomada do jogo. Apesar da vantagem numérica, o XV diminuiu o ritmo e o balde de água fria veio aos 45min, com o gol do São Bento. Em falta pela intermediária, Cristiano cobrou rasteiro e a bola entrou no canto esquerdo de Paulo Vitor: 1×0.

Com três mudanças no intervalo, o XV ganhou poder ofensivo e voltou para segunda etapa em busca do empate. Logo aos 2min, Lucas Silva cruzou pelo lado direito, Lúcio Flávio ajeitou de cabeça para Franklin na pequena área. O atacante dominou no peito e finalizou por cima do gol. A reação, porém, parou por aí. O São Bento recuou, mas foi pouco ameaçado. O Alvinegro não mostrou criatividade para articular as jogadas, recorrendo apenas aos cruzamentos para a área. As bolas aéreas foram facilmente controladas pela zaga da equipe de Sorocaba, que larga na frente por uma vaga nas semifinais.

Voltar