fbpx
Futebol

Com Feijão e Daniel Costa, XV renova 13 jogadores

Alvinegro consegue manter a base do elenco para a sequência da A2 do Paulista

Jéfferson Feijão, lateral-direito do XV de Piracicaba
O lateral Jéfferson Feijão continua no Alvinegro para a sequência da Série A2 (Foto: Vitor Prates/XV de Piracicaba)

De olho no retorno do Campeonato Paulista da Série A2, que está previsto para o dia 19 de agosto, o XV de Piracicaba renovou o contrato de 13 jogadores para a sequência do Estadual. São eles: o goleiro Mota, o lateral-direito Robertinho, os zagueiros Diego Jussani, Douglas Marques, Muriel e Paulão, o volante Walfrido, o meia Filipe Cirne e os atacantes Caio Mancha, Érik Gabriel e Marcelinho. Os dois últimos a renovar foram o lateral Jéfferson Feijão e o meia Daniel Costa, que assinaram o novo vínculo nesta segunda-feira (27).

Com o futebol paralisado desde março, em virtude da pandemia causada pela Covid-19, o zagueiro Gilberto Alemão e o volante Bruno Lima deixaram o Alvinegro. Do elenco que iniciou a competição, foram sete saídas: os laterais Assis e Wallace, o volante Hiroshi, o meia Rafael Mineiro e o atacante Erick Salles já haviam se desligado do XV. No comando, Evaristo Piza substituiu Tarcísio Pugliese. “Houve um tremendo esforço, inclusive dos atletas, que querem muito finalizar o projeto. O objetivo é conquistar o título. O XV e a torcida merecem isso. O lugar do clube é na elite”, disse o diretor de futebol Ricardo Moura.

O Alvinegro foi a campo pela última vez no Campeonato Paulista da Série A2 no dia 14 de março, quando perdeu para o Taubaté, fora de casa, pelo placar de 1×0, encerrando uma invencibilidade que durava dez partidas – oito pelo Estadual e duas pela Copa do Brasil. Restando três rodadas para o término da primeira fase, o XV de Piracicaba, que ainda enfrentará Votuporanguense, São Bernardo e Penapolense, ocupa a quinta colocação, com 19 pontos. Os oito primeiros se classificam para as quartas de final.

“Quando a competição foi paralisada, nós não tínhamos uma noção de quando ela seria retomada. Com a proximidade das datas de vencimentos dos contratos dos jogadores, entre o final de março e a primeira quinzena de abril, que é quando a Série A2 terminaria inicialmente, nós renovamos com a maioria do elenco por mais três meses, mas ainda sem uma perspectiva concreta sobre a volta. Agora, tivemos que retomar as negociações mais uma vez”, falou o gestor de futebol Beto Souza.

Voltar