fbpx

Líder Esportes

Karatê

Com dupla piracicabana, Brasil conquista Pan de Karatê

O atleta Hernani Veríssimo e o coordenador técnico Diego Spigolon participaram do título

Hernani Veríssimo e Diego Spigolon, karatê Sport Way Piracicaba
Hernani Veríssimo e Diego Spigolon colecionam títulos juntos no karatê (Foto: Arquivo/Geraldo de Paula)

Em Punta del Este, no Uruguai, os piracicabanos Diego Spigolon, coordenador técnico da seleção brasileira, e o karateca Hernani Veríssimo conquistaram no último fim de semana o título do Campeonato Pan-Americano de Karatê Sênior com a seleção brasileira da modalidade. Ao todo, a equipe verde amarela conquistou 15 medalhas, sendo cinco de ouro, sete de prata e três de bronze, inclusive no kata (execução de movimentos) para deficientes visuais e cadeirantes.

“Foi um título importante. Infelizmente não tivemos atletas classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio, o que foi muito ruim para o karatê brasileiro, pois deixou a impressão de que modalidade não é forte e não tem relevância no cenário internacional, o que não é verdade. Chegamos para disputar o Pan com uma equipe renovada, com atletas mais jovens e ficamos muito felizes com o troféu. Estivemos em 12 finais e conquistamos 15 medalhas. Mostramos para o Brasil e para o mundo que o karatê brasileiro é forte. Para mim, também esse resultado é importante porque é o meu primeiro ano como coordenador geral da seleção”, destacou Spigolon.

Na categoria -75 kg, Hernani Veríssimo não conseguiu avançar para a final. O piracicabano foi derrotado pelo chileno Matías Rodríguez, que conquistou o ouro ao vencer o americano e atleta olímpico Thomas Scott. “O Hernani pegou uma chave difícil. Na primeira luta ele enfrentou o chileno que subiu de categoria, e que tem chegado muito bem nas competições internacionais. Ele tomou um ponto, conseguiu reverter o placar, mas o adversário conseguiu se impor e vencer. O Hernani lutou um pouco abaixo do esperado por ele, principalmente, e por mim também. Mas se superou na disputa por equipes, participou de todas as lutas, teve enorme contribuição no título por equipes e terminou a competição de forma honrosa”, disse o treinador.

CALENDÁRIO

De volta ao Brasil, os atletas da seleção agora retomam os treinamentos para o Campeonato Mundial Sênior, que acontece em Dubai, entre os dias 16 e 21 de novembro. No próximo dia 3, a equipe se reunirá novamente no Centro de Treinamento da CBK (Confederação Brasileira de Karatê), em Caucaia (CE), onde continuará a preparação até o dia 10, quando embarcam para o palco do Mundial. “As expectativas são boas. Temos um time forte, sabemos que o nível de dificuldade é altíssimo, mas acreditamos que é muito possível o Brasil trazer mais de uma medalha. Vamos trabalhar forte nesta reta final para que isso se concretize”, falou o coordenador.

Na sequência, Spigolon vai encarar um novo desafio: integrar a comissão técnica da seleção brasileira sub-21 nos Jogos Pan-Americanos Juniores em Cali, na Colômbia, entre os dias 25 de novembro e 5 de dezembro. O torneio classificará atletas para os Jogos Pan-Americanos de Santiago, em 2023. “Recebi o convite do professor Ulisses Santo, é um evento muito importante para nós. Os campeões de cada categoria conquistam vaga para 2023 e nós temos atletas que vão disputar os Jogos Juniores que já estão na seleção brasileira sênior”, finalizou.

Voltar