fbpx

Líder Esportes

Tiro com Arco

Com dificuldades, Arqueria fecha ano com saldo positivo

Gibi Fernandes destaca resultados conquistados pela equipe piracicabana neste ano

*Capa: Mauricio Bento/Líder Esportes

A temporada 2019 da Associação Arqueria Piracicaba foi marcada pelo bom desempenho no Cavabh (Campeonato Arqueiros do Vale de Bowhunter), que aconteceu em São Bento do Sapucaí, cidade próxima a Campos do Jordão, em junho. A jovem Rebeca Fernandes, 12, garantiu a medalha de ouro na categoria CFFU. Além dela, Marcos Angelis ficou com a prata na classe AMFS-R e Mario Araújo foi bronze na AMFS-R.

Em outubro, a equipe encerrou o ano de competições na última etapa do 7º Campeonato TAP (Tiro com Arco de Pedreira), realizada em Bragança Paulista, onde Rebeca Fernandes foi campeã na categoria CFFU e Gibi Fernandes conquistou o vice na classe AMFU. “Os resultados ficaram dentro do esperado, apesar das dificuldades. Minha análise sobre a Rebeca é mais que positiva. Ela está se superando a cada campeonato, mesmo com tão pouco apoio”, disse Gibi, coordenador da Arqueria Piracicaba. Hoje, Rebeca tem o apoio da CGS Soluções Integradas.

Para 2020, Gibi prevê dificuldades financeiras para a modalidade, mas tenta manter o otimismo. “No próximo ano será para nós uma luta maior ainda, com o risco de não continuarmos nas competições. Nosso esporte é nobre, porém, se nós próprios não investíssemos, ele já teria acabado. Se ao menos tivéssemos o apoio para as viagens e inscrições, facilitaria muito. A cidade também teria muito mais reconhecimento se tivesse o investimento em atletas infanto-juvenis. Vamos torcer para isso mudar”, finalizou.

Voltar