fbpx
Judô

Com 5 medalhas, Heisei encerra Jogos Regionais

Takeshi e Martinelli representaram equipe; Hyczy vai ao Campeonato Paulista

Elias Takeshi, atleta de judô da academia Heisei
Takeshi enfrentou duas lesões, mas conquistou três medalhas nos Jogos Regionais (Foto: Líder Esportes)

A academia Heisei/Atmosphera concluiu sua participação nos Jogos Regionais 2017 com cinco medalhas conquistadas pelos atletas Elias Takeshi e Giordano Martinelli. Apesar de treinar em Piracicaba, a dupla defende São Carlos e Campinas, respectivamente, na competição. Takeshi trouxe para casa duas pratas e um bronze, enquanto Martinelli garantiu uma medalha de prata e outra de bronze. Perguntados sobre os resultados, os dois atletas entendem que poderiam chegar mais longe, mas consideraram o desempenho como satisfatórios.

Natural de Londrina (PR) e desde 2008 em Piracicaba, Takeshi é engenheiro civil e representou São Carlos na categoria peso leve individual, além de participar da competição por equipes e da demonstração de kata. O atleta da Heisei medalhou nas três modalidades: prata por equipes e no kata; bronze individual. Foram três lutas, com duas vitórias e uma derrota. O retrospecto é ainda mais significativo considerando as lesões que Takeshi enfrentou antes e durante o evento em Lençóis Paulista.

Giordano Martinelli, atleta de judô da academia Heisei

Giordano Martinelli fez seis lutas nos Jogos Regionais e faturou duas medalhas (Foto: Líder Esportes)

“Eu gostaria de ter ido mais longe, claro, mas sinto que o treinamento deu resultado. O meu foco principal era trazer uma medalha no kata. Eu lesionei o joelho recentemente e não tive muito tempo para chegar 100% aos Regionais. Na segunda luta que fiz, ainda lesionei o ombro. Teve bastante emoção, né? (risos). Acredito que foi muito satisfatória minha participação, é a oitava vez que disputo por São Carlos, mas a preparação foi feita aqui na Heisei. Nas férias, quando todas as academias estavam de portas fechadas, o sensei Beninho (Mattos) me disponibilizou o espaço, o que foi fundamental”, afirmou.

Giordano Martinelli defendeu Campinas na categoria meio-pesado individual e no torneio coletivo. Com sede em Americana, a disputa por equipes marcou a reedição da final de 2016, quando Campinas derrotou Atibaia. Desta vez, quem se deu melhor foi a representação atibaiense. Na classe individual, o judoca piracicabano ficou com o terceiro lugar. No total, ele fez seis lutas, com quatro vitórias e dois resultados negativos. “Sinceramente, acho que eu poderia ter sido campeão, mas é importante valorizar o bronze. Enfrentei bons adversários, sinto que poderia ter ido mais longe, mas é um aprendizado também”, disse.

PAULISTA

Neste sábado (5), quem entra no tatame para defender a Heisei é José Hyczy. O atleta viaja para São Carlos e disputa a fase regional do Campeonato Paulista, primeira etapa classificatória da competição, que tem início previsto para as 9h. Natural do Paraná, o cirurgião-dentista está em Piracicaba há 15 anos e foi na cidade que começou a praticar a arte marcial. “O meu objetivo é a faixa preta. Comecei tarde, há três anos, é algo recente. Eu sempre quis fazer judô, mas jogava futebol e quase fui profissional. Quando cheguei a Piracicaba, apareceu a oportunidade”, contou.

Em relação ao compromisso deste fim de semana, Hyczy mostra confiança. O atleta confia em alcançar, pelo menos, um resultado próximo ao obtido em 2016, quando chegou à fase final do Paulista. “A expectativa é das melhores. Até o ano passado, eu lutava na categoria pesado. Neste ano, optamos por fazer uma adaptação e baixar de categoria, embora eu tenha me classificado para a fase final. Neste ano, quero repetir isso. Para chegar ao objetivo principal, que é ser campeão paulista, é preciso superar uma etapa de cada vez”, completou Hyczy.

José Hyczy, atleta de judô da academia Heisei

José Hyczy baixou de categoria e vai disputar o Campeonato Paulista, em São Carlos (Foto: Líder Esportes)

Voltar