fbpx
Futebol

Com 3 de Rafael Gomes, XV massacra o São Paulo

Atacante resolve com três gols em oito minutos e Alvinegro se reabilita em casa

Rafael Gomes, atacante do XV de Piracicaba
Rafael Gomes brilhou contra o São Paulo: três gols em oito minutos (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Há muito tempo o torcedor do XV de Piracicaba não deixava o estádio Barão da Serra Negra satisfeito como neste sábado (10). Com atuação memorável do atacante Rafael Gomes, que entrou na segunda etapa e precisou de oito minutos para fazer três gols, o Alvinegro goleou o São Paulo por 4×0, se reabilitou na Copa Paulista e manteve a liderança do Grupo 3, agora com 24 pontos. Antes do hat-trick de Rafael Gomes, Romarinho abriu o placar no primeiro tempo. Apesar da goleada, o goleiro Mateus Pasinato teve papel fundamental, com pelo menos três ótimas defesas. Na última rodada da primeira fase, o Nhô Quim visita o Red Bull, domingo (18), em Campinas.

Rafael Gomes marcou três gols em oito minutos e decretou a goleada do XV contra o São Paulo em Piracicaba

A entrada de Rodrigo no miolo de zaga ao lado de Doni foi a maior novidade na escalação do técnico Cléber Gaúcho. O jogador, que vinha atuando improvisado como volante quando entrava em campo, substituiu Lucas Cunha. Na lateral direita, Raulen voltou para o banco de reservas e Zé Mateus reassumiu a titularidade. Do meio para frente, Gilsinho ficou encarregado pelo setor de criação. O pontapé inicial para o jogo foi dado pelo ex-atacante Coutinho, companheiro de ataque de Pelé com a camisa do Santos na década de 1960. Natural em Piracicaba, Coutinho visitou a cidade para receber o título de Piracicabanus Preaclarus, honraria destinada às pessoas que nasceram no município e contribuíram para o seu desenvolvimento.

Com a bola rolando, o primeiro tempo foi truncado e com poucas chances reais. Na melhor delas, Rodolfo recebeu passe cercado por dois zagueiros do São Paulo e teve calma para deixar Romarinho cara a cara com o goleiro Lucas Perri. Com estilo, o atacante ajeitou o corpo e bateu colocado, com o lado do pé, para deixar o Nhô Quim em vantagem aos 33min: 1×0. No último lance antes do intervalo, Mateus Pasinato fez milagre para defender o cabeceio de Rony e salvou o XV, arrancando aplausos dos torcedores.

XV de Piracicaba e São Paulo voltaram para a etapa final sem alterações. Liderado pelo perigoso atacante Felipe Saraiva, o time tricolor adiantou o posicionamento e buscou o jogo, oferecendo os contragolpes para o Alvinegro. A partida ganhou em emoção e, aos 10min, o volante Maranhão interceptou a saída de bola são-paulina e acertou a trave em chute da entrada da área. Na jogada seguinte, o Tricolor respondeu em finalização de longe com Paulo Henrique, para outra defesa difícil de Mateus Pasinato.

O goleiro do XV estava em tarde inspirada. Aos 13min, Rodrigo falhou ao tentar o corte e a bola sobrou para Felipe Saraiva mano a mano com Mateus Pasinato. O camisa 11 tricolor tentou o toque por cobertura, mas o goleiro estava atento e evitou o empate. Com espaço para contra-atacar, Cléber Gaúcho sacou Rodolfo para a entrada de Rafael Gomes, apostando na maior mobilidade do substituto. A mexida foi cirúrgica.

ILUMINADO

Na primeira vez em que foi lançado, aos 32min, Rafael Gomes protegeu a bola contra a marcação dentro da área e encontrou espaço para bater cruzado, sem chances de defesa para Lucas Perri: 2×0. Na segunda vez em que foi acionado, Rafael Gomes sofreu pênalti de Tony. Na cobrança, ele próprio deslocou o goleiro são-paulino com extrema categoria: 3×0. Dois minutos depois, Rafael Gomes voltou a brilhar e marcou o terceiro dele. Aberto pela direita, o camisa 16 recebeu assistência de Barreto e mandou uma ‘bomba’ inapelável para Lucas Perri: 4×0. Aos gritos de olé, a festa foi completa no Barão da Serra Negra.

FICHA TÉCNICA

Esporte Clube XV de Piracicaba

4  XV DE PIRACICABA

Mateus Pasinato; Zé Mateus, Rodrigo, Doni e Samuel; Maranhão, Clayton e Gilsinho (Barreto); Bruninho (Samoel Pizzi), Romarinho e Rodolfo (Rafael Gomes). Técnico: Cléber Gaúcho

São Paulo Futebol Clube

0  SÃO PAULO

Lucas Perri; Wellington, Iago, Rony e Gabriel; Pedro, Ruan Café, Vinícius e Paulo Henrique (Heron); Felipe Saraiva (Jeferson) e Guilherme. Técnico: Marcos Vizolli

Gols: Romarinho aos 33min/1ºT; Rafael Gomes aos 32min, 38min e 40min/2ºT| Árbitro: Flávio Roberto Ribeiro | Cartões amarelos: Samuel (XV); Ruan Café (SPO) | Público:  1.633 pagantes| Renda: R$ 13.980,00

Voltar