fbpx
Futebol

Clube Atlético realiza finais do Campeonato Livre

Evento começa às 13h30 e contará com jogos, atrações musicais e espaço kids

Com 25 títulos, o Nacional é o mais tradicional e maior vencedor do Clube Atlético Piracicabano (Foto: Divulgação)

O Clube Atlético Piracicabano organiza neste sábado (23) as finais do Campeonato Livre de Futebol Social. A programação começa às 13h30. Além dos jogos válidos pelas séries Ouro e Prata, na primeira e segunda divisões, a atividade reúne atrações musicais e  terá um espaço kids. Os convites para não associados custam R$ 10. Mais informações na secretaria do CAP (Avenida Brasília, 571, Vila Rezende). No dia do evento, porém, a entrada ao clube será feita pela Rodovia SP-304.

Os jogos começam às 13h30 com as disputas válidas pela Série Prata. Bicampeão da Segunda Divisão, o Saideira completará dez anos de existência em 2020 e busca o terceiro título contra Os Parças, que já participaram três vezes da competição e somam uma taça da Série Prata do Copão CAP. No mesmo horário, RZN e Libertad medem forças para ver quem fica com o título da Primeira Divisão. Fundado em 2000, o RZN teve três times simultâneos no clube; conhecidos como ‘Menudos do CAP’, o Libertad estreou em 2012. Ambos buscam o primeiro título na Primeira Divisão.

SÉRIE OURO

Os jogos que decidem a Série Ouro acontecem na sequência. Pela Segunda Divisão, HB F&A e Tchetchênia se enfrentam às 14h30. Fundado em 1996, o Tchetchênia atua há 23 anos consecutivos no Atlético e conquistou o primeiro troféu em 1999. A última campanha de destaque ocorreu em 2015, com o vice-campeonato na Segunda Divisão – Série Ouro. O HB F&A é o ‘caçula’ das finais: formado em 2019, o time pode conquistar a primeira taça logo no primeiro ano no clube.

A programação termina às 15h45, quando a bola rola para o duelo entre Nacional e União Favela, que decide a Série Ouro na Primeira Divisão. Equipe mais tradicional e vitoriosa do CAP, o Nacional foi fundado em 1973 e possui em suas prateleiras 25 títulos da Primeira Divisão. Trinta anos mais ‘jovem’, o União Favela foi criado em 2013 e acumula taças em competições em clubes sociais e na várzea de Piracicaba: seis vezes campeão na CEC Caterpillar, três no Atlético, duas na Copa Sônia e uma vez vencedor do Torneio Santa Teresinha.

Voltar