fbpx

Líder Esportes

Opinião

Classificado

*Capa: Cesar Greco/Agência Palmeiras

O Palmeiras é o primeiro brasileiro classificado na Copa Libertadores, após a grande vitória sobre o Boca Juniors, nesta quarta-feira (25), no histórico La Bombonera, por 2×0. Soma dez pontos em quatro jogos, ou seja, perdeu apenas dois pontos até o momento. É uma campanha respeitável, principalmente por que está em um grupo complicado, com o próprio Boca Juniors, o Junior Barranquilla-COL e o Alianza Lima-PER. Com a vaga assegurada, a meta agora é buscar o primeiro lugar na classificação geral, para poder sempre decidir em casa, no Allianz Parque, até uma eventual final.

Além dos três pontos e da vaga entre os 16 melhores da Libertadores, o triunfo deve dar tranquilidade ao grupo alviverde. Pressionado após perder o título do Campeonato Paulista em seus domínios e para seu maior rival, o Corinthians, o grupo vinha sendo muito cobrado pelos torcedores. Agora, deve ter uma trégua para a sequência da temporada.

No jogo de ontem, destaque (de novo!) para Keno. Como está jogando o menino! Descoberto pelo Santa Cruz já aos 21 anos e mesmo sem ter passado pelas categorias de base, ele espanta pela qualidade. O atacante do Palmeiras mostrou frieza, técnica e talento para cabecear tirando do goleiro do Boca Juniors e abrir caminho para a vitória.

Além de Keno, Jailson, Felipe Melo, Bruno Henrique e Diogo Barbosa também atuaram muito bem. Lucas Lima, mesmo sem uma grande atuação, cresceu em relação aos outros jogos. O que ainda preocupa, porém, é o buraco na defesa do Palmeiras. Marcos Rocha apoia bastante e deixa um lastro pelo lado direito que tem tirado o sono do técnico Roger Machado.

Quanto aos outros brasileiros na Libertadores, eu tenho a sensação de que, com exceção ao Cruzeiro e ao Vasco, que estão em perigo e correm muito risco de eliminação ainda na fase de grupos, todas as demais equipes devem se classificar. Corinthians, Santos e Flamengo lideram seus grupos e encaminham a vaga, assim como o Grêmio, que não ponteia sua chave, mas não deve ter problemas para chegar às oitavas de final.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar