fbpx

Líder Esportes

Kickboxing

Chock Dee ‘reforça’ grupo com atletas experientes

O brasileiro Thierry Homero e o argentino Joacim Coronel vem a Piracicaba

Jampa Leibholz, lutador da academia Chock Dee
Jampa Leibholz trouxe Thierry Homero e Joacim Coronel: kickboxing ganha reforços na Chock Dee (Foto: Líder Esportes)

Na busca pelo aperfeiçoamento da técnica e pela troca de experiências, a equipe piracicabana Chock Dee conta desde a última quarta-feira (9) com mais dois atletas de kickboxing: o brasileiro Thierry Homero, que disputa a modalidade low kicks (-75 kg), e o argentino Joacim Coronel, que disputou o Campeonato Mundial em 2017 no full contact (-57 kg). “A experiência deles irá contribuir para o crescimento dos lutadores que temos aqui”, afirmou o técnico Jampa Leibholz.

Nesta sexta-feira (11), o treinador analisou a chegada dos ‘reforços’. “São dois atletas com muita experiência. Ambos são faixas pretas, competidores e também treinadores. Tanto o Joacim quanto o Thierry pertencem a excelentes equipes, que dispensam comentários. A princípio, o Thierry virá a Piracicaba uma vez por mês, permanecendo aqui de quatro a cinco dias. O Joacim ainda estamos definindo. É pouco tempo, mas ajuda bastante em nossos treinamentos”, disse. Confira a entrevista:

Chock Dee

REFORÇOS

“O Thierry é um atleta radicado em Minas Gerais, um faixa preto excepcional que veio para compartilhar experiências. Ele vai ajudar muito alguns competidores daqui, contribuindo para o desenvolvimento deles. O Thierry confia em mim e eu nele. Nós estamos tocando alguns projetos juntos. Com o Joacim, houve uma afinidade profissional. Sou admirador declarado do kickboxing argentino, é o país sul-americano que mais trabalha o full contact. O Joacim é um lutador com grande experiência internacional e já disputou Pan-Americano, Sul-Americano e Mundial. Experiência é o que não falta”.

CONTATO

“A vinda do Joacim foi definida após o último campeonato que ele disputou aqui. Ele pediu uma oportunidade para treinar no Brasil e claro que nós aceitamos. Para a Chock Dee, será importante. Temos projetos e vamos em busca de realizá-los. O foco dele é o Campeonato Argentino, que ocorre ainda neste ano. E é esse objetivo que quero ajudá-lo a conseguir. Não será fácil, mas eu acredito que o Joacim vai estar pronto. Pude perceber que ele está bem focado, pelas atitudes que está mostrando aqui”.

INTERCÂMBIO

“Ao meu ver, cada país tem um ponto forte. Não existe para mim essa rivalidade idiota entre países, pois estamos todos em prol de um objetivo em comum, que é desenvolver o trabalho. Uma academia precisa de ótimos profissionais e pessoas de bom carácter ímpar, e é essa oportunidade que estamos tendo aqui. O full contact argentino dispensa comentários, é muito forte. Particularmente, busco ser bom no que faço e tenho vontade de lutar o Mundial em dois ou três, é uma experiência que preciso. Paralelamente, o Thierry oferece uma visão diferente, mais versátil. Estamos encaixando o jogo, pegando o ponto forte de cada um”.

CREDIBILIDADE

“A procura de grandes atletas sempre traz credibilidade ao nosso trabalho. É bonito de ver os argentinos competindo: a união deles, a metodologia e o coração que eles colocam nas competições. Lutar contra um argentino é ir para uma guerra: eles sempre estão 100% focados na luta e escondem os golpes, podendo finalizar a qualquer momento. É isso que buscamos dos competidores daqui: garra o tempo todo”.

Voltar