fbpx
Kickboxing

Chock Dee conquista 6 ouros no Rio de Janeiro

Isac Lucca, Jampa Leibholz e Rodrigo Rondina brilham na Taça Guanabara

JAMPA LEIBHOLZ E ISAC LUCCA
Jampa e Isac foram responsáveis por cinco medalhas para a equipe piracicabana (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

A equipe piracicabana Chock Dee encerrou a participação na Taça Guanabara de Kickboxing, no último domingo (24), com seis medalhas de ouro conquistadas no Rio de Janeiro. O resultado foi avaliado como positivo pelo treinador Jampa Leibholz, que também cumpre o papel de atleta e foi o responsável por três medalhas douradas no evento. Ele foi o primeiro colocado nas modalidades full contact, kick light e light contact, todas na categoria -57 kg.

“O campeonato foi muito bem organizado e nós fomos muito bem recebidos pela organização, pretendemos voltar em outra oportunidade para o Rio de Janeiro. Além disso, o nível técnico do evento foi excelente, reunindo lutadores experientes e qualificados. Valeu muito a pena ter participado pela primeira vez”, afirmou Jampa, que teve o auxílio de Danilo Polezi no trabalho técnico, uma vez que este optou por não disputar a competição carioca.

Além de Jampa, a Chock Dee subiu ao lugar mais alto do pódio com Rodrigo Rondina, campeão na modalidade low kicks (-75 kg), e faturou mais duas medalhas de ouro com a relevação Isac Lucca, vencedor na categoria sub-17 (-57 kg), nas modalidades kick light e light contact. Os resultados arrancaram elogios do treinador. “Estou muito feliz com o desempenho e, em especial, com Isac. Nós temos o objetivo de realizar um bom trabalho com ele neste ano”, disse.

Essa foi a primeira vez que a equipe piracicabana participou da Taça Guanabara, que serviu de seletiva para o Campeonato Brasileiro de Kickboxing. O principal objetivo da temporada é o Sul-Americano, no segundo semestre. Na preparação para o torneio disputado no Rio de Janeiro, o grupo contou com o  suporte da Gato Preto Cross-Fit e do preparador físico Christian Chiaranda. “Fiz treinos legais e estava me sentindo bem. A preparação física foi mais específica e o resultado é consequência disso”, completou Jampa.

Voltar