fbpx
Boxe

Centro Esportivo MR mostra confiança para Abertos

Piracicaba terá 13 pugilistas disputando o torneio de boxe nos Jogos Abertos do Interior

Caio Souza e Ramon Batagello, puglistas do Centro Esportivo MR
Caio Souza e Ramon Batagello são dois dos pugilistas que representam Piracicaba nos Jogos Abertos (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

O Centro Esportivo MR embarcou para Marília na última terça-feira (12) com 13 atletas para representar Piracicaba na modalidade de boxe da 83ª edição dos Jogos Abertos. A equipe masculina conta com oito pugilistas: Anderson Oliveira (categoria -52 kg), Caio Souza (-69 kg), Eduardo dos Santos (-91 kg), Guidson Araújo (-63kg), Ramon Batagello (+91 kg), Ramon dos Santos (-57 kg), Virgílio Mangabeira (-81 kg), e Wilton de Souza (-75 kg).

O time feminino é composto pelas cinco lutadoras: Aline Claudino (-75 kg), Andressa Silva (-60 kg), Renata Gouveia (-64 kg), Stefani dos Santos (-51 kg) e Tatiana Chagas (-57 kg). Marcos Ribeiro é o chefe de equipe, enquanto Gustavo Zandoval e Helber dos Santos serão os treinadores do grupo. Apesar de admitir que o nível da modalidade nos Jogos Abertos é alto, Ribeiro está confiante em um bom desempenho dos atletas de Piracicaba.

“A gente está com uma expectativa muito boa de que Piracicaba vai fazer uma boa apresentação. Isso é importante para o município, para o boxe e principalmente para os atletas. Tem muitos pugilistas de renome, com qualidade, de seleção brasileira, que almejam o título dos Jogos Abertos. Sabemos das dificuldades que enfrentaremos pela frente, mas não descartamos nenhuma possibilidade de sermos campeões. Estamos otimistas”, destacou Ribeiro.

DESENVOLVIMENTO

O Centro Esportivo MR é o responsável pelo projeto Boxe Para Todos, aprovado via chamamento público, atendendo as determinações do Marco Regulatório (Lei Federal 13.019/2014). Nas edições anteriores do Jogos Abertos, o trabalho rendeu bons frutos e, tanto a equipe masculina, quanto a feminina, figuraram entre os quatro primeiros colocados, com destaque para os títulos masculinos em 2015 e 2016, e para a conquista do troféu feminino também em 2016.

Com a expectativa de repetir os bons resultados, Marcos Ribeiro contou que a fase de preparação foi positiva. “O pessoal se dedicou nos treinos, foi uma preparação muito boa. Os atletas estão bem. A gente sabe que é uma competição muito grande, que os Jogos Abertos recebem muitos atletas de fora. Com Piracicaba, não é diferente. Temos atletas que vieram nos ajudar, que vieram para cá trazer essa perspectiva de boxe, de trabalho para a cidade, e a gente acredita em um bom desempenho da equipe”, completou.

Voltar